BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


É possível ter auto-estima demais?
(william.johnson; composto pelo próprio)

Publicidade
Não! Muitas pessoas que não compreendem exactamente o que venha a ser auto-estima acreditam que pessoas arrogantes e “exibidas” tem auto-estima demais. A realidade é de fato o contrário! Estas pessoas tem na verdade uma auto-estima tão baixa que elas precisam constantemente se auto-afirmar como superiores.
Pessoas com uma auto-estima sadia não precisam provar nada a ninguém, não porque elas “sabem” que são superiores. Não, mas porque ser melhor não é uma preocupação que lhes afecta. Sua satisfação na vida vem de serem elas mesmas e se expressarem da melhor forma possível, não de serem melhor do que fulano ou cicrano.
Homens inseguros, por exemplo, sentem-se desconfortáveis na presença de mulheres auto-confiantes. Indivíduos com baixa auto-estima sentem-se incomodados por pessoas entusiasmadas e motivadas. Em ambos os casos, o desconforto vem do fato de que o outro não precisa da aprovação nem da atenção de ninguém. Essa independência, esse quê de “eu não ligo a mínima para o que você pensa de mim” assusta! Pessoas com baixa auto-estima precisam de validação constante, precisam que o outro lhe dê segurança através de sua aprovação. Estes indivíduos simplesmente não conseguem lidar com “quem não está nem aí”.
Num relacionamento afectivo, quando um dos parceiros demonstra uma melhora em sua auto-estima, o outro geralmente começa a se sentir ansioso e começa a sabotar o relacionamento com, por exemplo, crises de ciúmes e chantagens emocionais. Um ponto interessante inclusive que pretendo aprofundar em outro artigo futuro é que as pessoas tendem a formar pares com parceiros que possuem o mesmo nível de auto-estima.
A triste realidade é que pessoas com uma auto-estima sadia e que naturalmente devido à sua postura constroem vidas de sucesso são alvo constante da inveja e frustração alheia. Existe até um mito de que “não é bom ter muita auto-estima”! Este mito é um misto de inveja do sucesso alheio com desinformação que como discuti no primeiro parágrafo, leva as pessoas a confundirem arrogância com excesso de auto-estima.



Resumos Relacionados


- A Auto-estima

- Hipnose E Auto-estima

- Vida Simples

- A Auto-estima

- Auto-estima



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia