BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A América Antes dos Europeus _ parte II
(Mario Furley Schimidt)

Publicidade
As primeiras grandes cidades da América surgiram por volta do século II da nossa era.
  Pouco resta dessas civilizações pré-colombianas. Os conquistadores espanhóis, na sua voracidade incontrolável por dominar, saquear e explorar, destruiram quase tudo.
  As ruínas que sobraram são o testemunho da grandeza de um passado e uma mostra da capacidade dos povos indígenas.
  O que chamamos genericamente de índios, são na verdade, inúmeros povos com sociedades e culturas totalmente diferentes umas das outras.
  As peças fabricadas por eles _ bordados, esculturas, vasos, cidades _, nos mostra que eles são tão sensíveis e inteligentes quanto qualquer um de nós.
  Os totens _ esculturas feitas em madeira _, pelos índios que habitavam o oeste do Canadá, na América do Norte, chegavam a ter altura três vezes maior que um poste de iluminação de rua.
  Alguns povos indígenas devoravam os prisioneiros de guerra. Eram antropófagos _ do grego antigo, ´´comedores de homens``_, os índios acreditavam que, comendo uma pessoa, adquiriam suas capacidades físicas e espirituais.
  Quando Cabral chegou ao Brasil, em 1500, haviam aqui aproximadamente quatro milhões de índios
 _ Portugal, naquele momento tinha um milhão de habitantes _.
  Os índios que habitavam o território onde hoje está o Brasil não construiam grandes cidades, como os Incas e os Astecas, não fabricavam objetos de metal nem tinham sistema de escrita.
  Mas eram artesãos habilidosos com a madeira, os ossos, a cerâmica e as fibras vegetais.
  O que chama a atenção é a grande igualdade social que existia nas aldeias. Não haviam classes sociais, nem gente mais rica ou mais pobre do que os outros.
 O cacique não era exatamente um chefe. Era escolhido pela comunidade por causa da sua inteligência, coragem, capacidade de transmitir confiança para as pessoas...
  Em muitas nações indígenas, as decisões importantes eram tomadas por uma assembléia dos habitantes da aldeia.
  Mas suas condições de vida também causavam contradições: os povos indígenas guerreavam uns contra os outros, por exemplo.
  O pensador francês Pierre Claster _ século XX _,disse que a principal característica das comunidades indígenas no Brasil era a democracia e o gosto pela igualdade: ´´ A propriedade mais notavel do chefe indígena é a sua ausência de autoridade.``
  Atualmente no Brasil _ Amazônia _, ainda existem comunidades indígenas que preservam sua cultura original. Mas, dos dois milhões de pessoas que falavam as línguas do tronco tupí, hoje restam apenas quarenta mil pessoas, espalhadas por todo o país, lutando para não perder sua cultura e suas tradições.



Resumos Relacionados


- Brasileiros Portugueses

- A América Antes Dos Europeus

- Descobrimento Ou Invasão!?

- Brasil,500 Anos

- Sociedade Indígena Brasileira



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia