BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


P.S. I love you
()

Publicidade
Dos filmes com mais sensibilidade romântica do ano 2007, Richard LaGravenese apresenta-nos a obra "PS I love you". De uma forma geral, podemos afirmar que esta peça retrata o amor e a solidão como algo poderoso, que os que amam ou amaram se identificam muito facilmente. Fala sobre a verdadeira sensação de estar "apaixonado" e como este sentimento tem força para derrubar todos os limites incluindo a própria morte.

A história roda à volta de um casal muito apaixonado residente em Nova Iorque. O seu quotidiano é feito de problemas banais como o dinheiro, a família, o lar e os sonhos. Holly (Hillary Swank) é agente imobiliária mas não gosta do seu trabalho, a sua paixão é a arte e vive no dilema de saber o que realmente quer. Gerry (Gerald Butler) é de origem irlandesa, adora cantar e é sócio de uma empresa de limusinas com o seu amigo. É uma personagem deveras divertida, romântica e amante da vida.
Conheceram-se na Irlanda e vieram para os Estados Unidos onde casaram sem o consentimento dos pais devido ao facto de serem tão jovens.

O filme fala do tema do LUTO quando Gerry morre, aos 35 anos, com um tumor cerebral. Holly sente-o e mantém conversas imaginárias com o seu amor. As saudades são muitas e a solidão e tristeza interior de Holly leva-a a um estado desleixado. Apesar da sua vida, casa e emprego estarem em "suspense", a viúva faz questão de manter o contacto com o marido ao usar as suas roupas e ouvindo a sua voz no atendedor de chamadas.

No dia do seu 30º aniversário, Holly começa a receber cartas todas assinadas com "ps eu amote" e mensagens do marido falecido. Antes de Gerry morrer, planeou uma série de tarefas e aventuras para Holly viver, ajudando-a simultaneamente a sobreviver sozinha e a enfrentar tudo aquilo que lhe desagradava como o seu trabalho.

À medida que as estações do ano vão passando, Holly vive várias aventuras. Viaja para a Irlanda com as amigas, dorme com outro homem, e também encontra a sua vocação: decoração de sapatos. Aos poucos, deixa de sentir o marido por perto. Já raramente o vê e fala com ele.
No final do filme, a sua mãe revela-lhe que era a estafeta de Gerry e dá-lhe a última carta. Ao ler, Gerry comovidamente diz-lhe que ela foi a vida dele enquanto ele tinha sido apenas um episódio para ela. Afirma que a vai amar para sempre e que se encontra agora liberta para amar outra pessoa e ser feliz.

Para concluir, gostaria de salientar uma frase dita no filme: "Sozinha ou não, tens de seguir em frente. Pois tens que te lembrar que se estamos todos sozinhos, também estamos juntos nisso também".



Resumos Relacionados


- P.s Eu Te Amo

- P.s. Eu Te Amo

- Ps: Eu Te Amo

- Picosegundo: Eu Te Amo

- P.s: Eu Te Amo



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia