BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


O PLANETA AZUL
(Diversos - adp. Martina Sanchez)

Publicidade
À pequena distância, dependendo da profundidade das águas, vida submarina, luminosidade, etc, a grande massa de água dos oceanos varia desde tons verdes claros a azul marinho; porém vista do espaço ela é Azul devido ao reflexo produzido pela grande concentração de água que cobrem 70% de sua superfície. Destacam-se os oceanos: Pacífico com 165.384.000 km²; o Atlântico com 82.217.000 km², o Índico com 73.481.000 km² e o Ártico com 14.056.000km². Seguem-se os mares (Mediterrâneo, Negro, etc,) e lagos. No meio dessa imensidão de água estão os continentes, verdadeiras "ilhas", concentrados no hemisfério norte. Essa imensa massa de água equivale a 1,4 bilhão de km³, sendo 97% nos oceanos, menos de 1% nos rios e lagos e o restante corresponde às águas subterrâneas e ao vapor d'água na atmosfera. Nas altas latitudes e altitudes temos as geleiras que atualmente estão em processo de derretimento devido ao aquecimento global. As águas estão em constante movimento. Nos oceanos temos as: 1- CORRENTES MARINHAS - verdadeiros rios que circulam das áreas equatoriais quentes para as áreas polares - destas, partem correntes frias, sob as quentes, em sentido contrário. Correntes de águas quentes - destacam-se no Atlântico a corrente do Golfo e Atlântico Norte e a corrente do Brasil; e no Pacífico e Índico a grande corrente Equatorial. Ao redor do continente Antártico temos a grande corrente fria Circumpolar Antártica que influencia todo o hemisfério sul; e outras menores no Ártico. O mecanismo das correntes marinhas está ligado à variação da temperatura e densidade da água, ao vento e à rotação da Terra. As águas da superfície são empurradas de um lado para outro, enquanto que as águas frias circulam em sentido contrário sob as águas aquecidas menos densas. A importância das correntes marinhas está na sua influência nos climas e na distribuição da vida marinha. Por exemplo, o noroeste da Europa, pela sua latitude deveria ter um clima frio mais rigoroso, porém a Corrente do Golfo que parte da Flórida e atravessa o Atlântico, aquece as águas do litoral amenizando o clima na região. 2- MARÉS - são um movimento lento e constante (em geral durante 6 horas de subida e 6 horas descendo), causado pela atração gravitacional da Lua. Em alguns litorais é quase nula, como no mar Mediterrâneo com 10 a 15 cm de variação. Em geral a média é de alguns centímetros a mais de 2 metros dependendo de outros fatores como vento e tempestades. No litoral do Canadá a leste a amplitude de uma maré pode chegar a mais de 13 metros. Outro fenômeno que tem sido observado é o "EL Ninho" - ocorre no Oceano Pacífico a cada dez anos. Ele provoca a mudança de direção do vento e das correntes marinhas provocando uma ação desastrosa com o aquecimento acima do normal como ocorreu em 1982/83 quando a temperatura do Pacífico próximo ao Equador subiu cerca de 7º acima do habitual. A profundidade dos oceanos é de 3,6 km porém há áreas com profundidades maiores que a das mais altas montanhas terrestres - como a fossa Marianas (11.034 m) no Oceano Pacíifico e a de Porto Rico no Atlântico com 9.219 metros de profundidade. As águas Continentais correspondem aos lagos e bacias hidrográficas como a do Amazonas, Platina, Mississipe-Missouri, Congo, Yangtze-kiang, Nilo, etc. A ação humana tem exercido influência negativa no patrimônio aquífero que o planeta azul possue. As mudanças climáticas deverão produzir alterações acentuadas em algumas regiões do planeta Terra. O mau uso do meio ambiente, a aglomeração de gigantescos centros urbanos e o chamado "progresso" estão na contramão da Natureza.



Resumos Relacionados


- Oceanos – O Pacífico Tem A água Mais Fria Que A Do Atlântico

- Correntes Marinhas

- O Degelo Do Ártico E A Elevação Dos Oceanos

- Mundos Gelados

- O Flagelo Do El NiÑo



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia