BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Manual de História Oral
(José Carlos Sebe)

Publicidade
A História Oral se constitui parte integrante do debate sobre a função do conhecimento histórico e atua em uma linha que questiona a tradição historiográfica centrada em documentos oficiais. Semdúvida, a História Oral é parte inerente dos debates sobre tendências da História Contemporânea.
A presença do passado no presente imediato das pessoas é razão de ser da História Oral, ela trabalha com a questão do cotidiano, evidenciando que a história dos "cidadãos comuns" é trilhada em uma rotina explicada na lógica da vida coletiva de gerações que vivem no presente.
É pobre manter a discussão sobre a cientificidade ou não da História Oral. Cabe reconhecê-la como instrumento capaz de colocar novos elementos à disposição dos nteressados na leitura da sociedade. Uma palavra deve ser dita em face das limitações cobradas da História Oral pois, tantas vezes, as mesmas fronteiras a elas se ajustam aos documentos, escritos ou iconográficos, que também guardam as mesmas limitações. Ela alonga o conceito de documento e a possibilidade de análise social.
-HISTÓRIA DA HISTÓRIA ORAL
A História Oral nasceu na Universidade de Columbia, Nova Iorque, em 1947. Porém, fala-se que toda história antes de ser escrita passou pela oralidade, Heródoto que o diga!
O significado do prestígio dominante da palavra escrita sobre a oral impôs uma guerra entre esses códigos e o grafado foi dividindo a sociedade em alfabetizados e não-alfabetizados. Desde os primeiros tempos, começando pelos egípcios, por meio dos chamados escribas, a palavra escrita passou a ganhar valor em detrimento da oral, que passava aser recurso vulgar.
Nos anos de 1918-20 a escola de Chicago elaborou regras capazes de dar credibilidade às histórias de vidas.
-HISTÓRIA ORAL NO BRASIL
Demora em seu desenvolvimento por 2 motivos: falta de tradições institucionais não acadêmicas e a ausência de vínculos universitários com os localismos e a cultura popular. Ela só se mostrou possível nas universidades quando as fronteiras disciplinares perderam seus exclusivismos, já sob a luz do debate multidisciplinar.
Na década de 1970 o CPDOC/FGV RJ passa a captar depoimentos da elite política nacinal. Na década de 1990 é feita a criação da Associção Brasileira de Hisória Oral.
-QUEM É QUEM EM HISTÓRIA ORAL
Colaborador é um termo importante na definição do relacionamento entre entrevistador e o entrevistado. É fundamental, sobretudo porque estabelece uma relação de afinidade entre as partes.
-O "EU" E O "OUTRO"
Como procedimento democrático, a História Oral se dirige para o público em geral. Ela é contudo produto de um saber instruído. Isto não quer dizer que seja propriedade da academia. Pela lógica deve ter lugar na universidade, mas também é direto de outras camadas capazes de realizá-la. O que deve ser visto com cautela é seu uso comercial ou a banalização promovidade por pessoas inescrupulosas. A preocupção da História Oral é dar voz aos vencidos quandna verdade é integrar vozes diferentes, que conjugam vozes contrárias.
-HISTÓRIA ORAL DE VIDA
Trata-se da narrativa do conjunto da experiência de vida de uma pessoa. Recnstrução biográfica, índios, indivíduos analfabetos e demais pessoas que guardam registros diferentes do código escrito, podem, por meio da ajuda do entrevistador, refazer trajetos que seriam guardados dentro de outros códigos.
A História Oral de família retraça a saga de um grupo de laços sanguíneos, tem sempre o compromisso com a definição do projeto familiar.
Em relaçãos aos critérios de história de vida, deve-se ter claro que não são apenas os velhos que detêm o monopólio do contar. Atualmente há importantes trabalhos sobre narrativas de crianças, adolescentes e jovens.



Resumos Relacionados


- Ensino Da Compreensão Oral Em Aulas De Idiomas

- InvenÇÃoda Literatura Oral

- Usos E Abusos Da História Oral

- Invençãoda Literatura Oral

- O Oral Como Texto: Como Construir Um Objeto De Ensino



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia