BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Z, a cidade perdida
(David Gran; tradução de Claúdio Carine)

Publicidade
Neste livro de aventuras, o jornalista do N.York Times, David Gran narra as aventuras de Percy Harrison Facwet (1867- 1925)  na floresta Amazônica em busca de uma cidade perdida.
Não é um livro de ficção, mas sim a biografia deste britânico destemido e arrojado, porém pobre e sonhador. Facwet era um cartógrafo e arqueólogo amador e tornou-se conhecido mundialmente após conseguir mapear as fronteiras do Brasil e da Bolívia no começo do século XX.Ele queria descobrir uma cidade perdida na Amazônia  chamada de Z que  possuía templos de pedra, pirâmides e muitos tesouros de ouro e sua localização havia sido passada a ele pelos índios em 1908 quando sobreviveu por  mais de 10 anos na Amazônia mapeando a área.Porém ninguém o levava a sério. Facwet protestava  aos seus críticos dizendo que não era um caçador de turpente (misto de tubarão e serpente, criação de  Lewis Carrrol em 1874 nos livros de poesia).Aos 58 anos Facwet era acusado pela comunidade científica de tentar empreender uma busca irreal a algo irreal.Tanto fez que convenceu a Sociedade Real de Geografia de Londres a financiar sua viagem.Chegou a Corumbá, prometendo fazer a maior descoberta arqueológica do século XX. Pegou um barco até Cuiabá e levou seu filho de 21 anos, Jack e um amigo de infância dele, Raleigh Rimmel, formando a comitiva que desbravaria o atual Parque Nacional do Xingu.Subiram o rio Cuiabá e no Acampamento do Cavalo Morto em Diamantino despediu seus guias ( para não revelar onde estava o segredo) e partiu a pé. Passou pela terra dos índios Meinacos, onde os mosquitos atacavam, o sol não passava pela copa das árvores e seus pés afundavam na lama e chegou na terra dos índios cuicuros, descendo já exausto e faminto até a terra dos índios calapalos. Foram salvos pelos índios, acamparam por 5 dias e continuaram. Mas logo depois retornaram a terra dos calapalos pedir ajuda. Neste intervalo de tempo desapareceu e nunca mais se teve notícias deles.Cerca de 100 expedições vieram tentar resgatá-los, muitos desapareceram, até mesmo o Marechal Rondon tentou ,todos sem sucesso.Teorias, livros, histórias em quadrinhos, nas rodas literárias o assunto era a expedição  e muitos acabaram por enriquecer com teorias fantásticas e vendas de objetos falsificados.



Resumos Relacionados


- A Expedição Fawcett

- O Espaco Geografico

- Cândido Rondon

- Croatoan

- Lendas Brasileiras – O GuaranÁ (amazÔnia)



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia