BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Babados dos Tempos Antigos
(Shina Sucubus WL)

Publicidade
Este é o meu primeiro tópico aqui na Saint Seiya Eternity,me desculpem se ele lhes parecer caótico,
mas com o tempo eu vou melhorar.Peço que não me exijam exatidão histórica,muito menos textual
ou criativa,pois sou do tipo que vou deixando a mente me guiar...E a tal, não é nem um pouco linear...

Bem...O que tenho em mente é um apanhado de impressões que francamente eu gostaria que vocês
interagissem com o meu método de livre associação(Iangrel,quero ver o que tens a dizer...)

Pode não parecer uma idéia inovadora falar em Grécia Antiga e muito menos usar os Cavaleiros do Zodíaco como fio condutor para tal proposta...Mas,o assunto que eu gostaria de abordar,não é discutido nas escolas...

Bem,tudo que é tabu é interessante,então por que não falar na tensão sexual no mundo antigo?

Uns dizem que os gregos eram homossexuais,outros se ofendem com tal afirmação,mas ninguém chega a
um consenso...

Pois bem,titia Shina chegou para colocar mais lenha na fogueira! Como ponto de partida,nada como analisar
os papéis sexuais naquele tempo e puxando a sardinha para o meu gênero,é claro que vou falar sobre as mulheres inseridas no contexto de uma sociedade misógina(aliás como quase todas eram naquele tempo)

Começo comparando o perfil da personagem feminina central de CDZ,a deusa Athena,em sua origem,pois considero a Saori um tanto ligth. Múltiplas são as características de Palas(virgem)Athena,mas sem dúvida ela é um tanto singular,em se tratando de uma mulher.

A começar por seu nascimento,pois a mulher que lhe daria a luz (Astúcia) morrera,obrigando o poderoso
Zeus,ele mesmo partejar aquela sua filha para que ela não deixasse de existir.

Para isso contou com a ajuda de Hefaistos,que com seu machado,brandiu o crânio divino,saindo daí,Athena,inteiramente armada.

O nascimento alegoricamente,além de representar o fenômeno meteorológico do raio que parte da nuvem,percebi que assemelha-se também ao método filosófico de Sócrates -Maiêutica- literalmente, o partejar das idéias....

Bonito,né?  Aliás Sócrates é o meu pensador favorito...

Virgem e guerreira,protege os heróis gregos,além de tomar parte ativa nas batalhas.E no entanto preside à vida pacifica,às deliberações em praça pública.Domina a toda sorte de invenções úteis que interessam aos ofícios e particularmente aos trabalhos femininos.

Altamente competitiva,Athena faz e acontece! Para provar a moral da deusa,basta citar uns casos como o de Aracne,a "felizarda" transformada em aranha pela deusa por desafiá-la ou supera-la na arte de fiar....
Ou então quando ganhou de presente a cabeça da Medusa,ficou a brincar com as cabeleiras da dita cuja...Sendo advertida pelo pai,em vez de imitar o silvo das cobras descontroladas,guarneceu o seu escudo com o crânio do monstro,como uma espécie de troféu.Posseidon em rivalidade com ela criou o cavalo,que por sua vez ensinou a domá-lo e a violência de Ares,sedia ante a sua coragem...Ou seja um comportamento beeem masculino!

Um senhor do século XIX,tomou essas atitudes como uma personificação à inveja do pênis masculino,em sua teoria do desenvolvimento psicossexual(Um tal de Freud,conhecem?) 

Bem o negócio é que tanta bala na agulha não combina com a situação das pobres mortais. As pobres eram oprimidas por uma sociedade extremamente machista.Tão machista que macho que era macho só provava que era macho se amasse [literalmente] outro macho.

Mulheres eram um instrumento para aumentar o número populacional,nada mais do que isso.
 
Sim,eles eram obrigados a casar-se com elas e a fecundá-las pois assim seriam lembrados em três níveis: numérico,por questão de patriotismo;honra,por questão de nome,sua fama deveria alcançar os séculos através de seus descendentes e por virilidade,questão de saúde,muito prezada naquela época,eles deveriam ter a capacidade de desempenhar a função que a natureza lhes deu.

A situação era tão crítica que Sólon teve que instituir uma lei em que o homem era obrigado a copular com  uma mulher pelo menos uma vez a cada três anos e numa tentativa dessas deveria fecundá-la!
A prática da pederastia era comum naquela época.Claro,existiam as prostitutas,mas essas não eram tão procuradas quanto os Kuroi,garotos de progama daquela época.

Para quem se lembrar das Hetairas,essas apesar de também serem prostitutas,acabam por não ter uma finalidade sexual.Lembram muito as gueixas do Japão,pois presidiam a banquetes regados a muito vinho e orgias (entre barbudos,inclusive o próprio Sócrates participava...)Sua função era discorrer sobre as Artes,Política,Filosofia,enfim cultura em geral,papo que naquela época era só para homens....



Resumos Relacionados


- Diotimia Mente Perva

- Homem E Mulheres

- Histórico Político

- 15 Curiosidades Da Grécia Antiga

- Sigmund Freud



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia