BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A Alma do Mundo
(Chico Xavier)

Publicidade
Belíssimo poema que fala sobre quando  nós superarmos problemas graves e de relacionamentos em nossa vida, não devemos nos deter na lembrança dos momentos de dificuldades que passamos e, sim, na alegria de havermos transposto mais uma prova em nossa caminhada. Que ao vencermos um longo tratamento de saúde, não fixemos no sofrimento que foi necessário passarmos. Lembremos da  bênção de Deus que nos permitiu chegar à cura.

Que possamos guardar na memória, para o resto de nossas vidas, as coisas boas que chegaram nas dificuldades. Essas boas coisas serão uma prova de nossa capacidade, e nos darão confiança diante de quaisquer obstáculos.  

Enquanto uns desejam um emprego melhor; outros, se contentam só com um emprego. Uns querem  refeição mais farta; outros, só uma refeição. Uns esperam uma vida mais amena; outros, apenas viver.
Uns queriam pais mais esclarecidos; outros, apenas ter pais. E, assim, tantos almejam melhorias, situações invejáveis, supérfluos, enquanto tantos outros querem apenas viver, contentando-se com o necessário.

Fala sobre duas espécies de sabedoria: a inferior e a superior. A sabedoria inferior é medida pelo quanto uma pessoa sabe e a superior é dada pelo quanto uma pessoa tem consciência de que não sabe. 
Devemos ter a sabedoria superior. Ser um eterno aprendiz na perene escola que é a vida. A sabedoria superior tolera, alivia, perdoa; a inferior julga, culpa, condena... "Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!"



Resumos Relacionados


- Minutos De Sabedoria

- Como Viver Eternamente

- “essas Coisas” Poesia De Carlos Drummond De Andrade

- Minutos De Sabedoria

- Minutos De Sabedoria



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia