BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


O Amante De Lady Chatterley
(D. H. Lawrence)

Publicidade
O Amante de Lady Chatterley é
uma novela sobre amor, sexo, classes sociais e a industrialização.
Este foi um livro muito polêmico porque descreve cenas de sexo com muito
realismo. Além das cenas de sexo e do uso de palavras de baixo calão, ainda
trata do relacionamento afetivo entre uma senhora da sociedade com um homem da classe
trabalhadora. Esta obra clássica foi divulgada, com descrição, em 1928. Entretanto, não foi
publicada até 1960, quando causou enorme alvoroço. O Amante de Lady Chatterley
é a história de Constance Chatterley que é casada com Clifford Chatterley, um
nobre. Clifford foi ferido durante a guerra, ficando paralisado da cintura para
baixo, o que o tornou impotente. Conseqüentemente, Constance se envolve em um
caso de amor com um empregado do marido. Ela fica grávida e abandona
Clifford por Oliver Mellors, o amante que pertence a uma classe inferior a sua.
O primeiro assunto e, provavelmente o mais forte, abordado por D.H.
Lawrence é o que trata de sexo e amor. No início do romance, Constance encara o
sexo como algo que acompanha o mais importante, que é o companheirismo e
a excitação intelectual. No desenrolar da história ela tem um romance com um
dos convidados mais assíduos do marido. Isto desperta em Constance o
desejo, embora muito diferente da subseqüente e total satisfação que ela
encontra com Mellors. Na história, no primeiro momento, parece que não é
possível ter tudo. Que é preciso escolher entre amar um homem por sua
personalidade, enquanto o sexo é suportável ou amar o sexo com um homem com
personalidade tolerável. Entretanto, quando Constance se relaciona com Mellors,
descobre-se que é possível ter os dois. Outro assunto que Lawrence trata muito
bem é a diferença entre classes sociais. Este é um assunto muito caro ao autor
porque ele nasceu em família da classe trabalhadora e sentiu-se um estranho
durante toda sua vida. Lawrence usa as diferenças entre Clifford e Mellors para
realçar sua visão sobre as classes baixa e alta. De fato, parece que ele
mistura sentimentos, trazendo à luz os problemas das duas classes. Ele também
acentua que a obsessão pelo dinheiro é um dos maiores problemas que aflige a
sociedade. O livro descreve parte das experiências do próprio Lawrence. A
cidade mineira usada como cenário assemelha-se aquela onde Lawrence nasceu.
Clifford era um escritor e seus interesses intelectuais são iguais aos de Lawrence.
Mellors esteve perto da morte e as seqüelas deixadas pela pneumonia eram
iguais as que Lawrence sofria. Mesmo a desoladora visão do fim do mundo, ou
pelo menos, do fim de um mundo com espiritualidade, poderia ser atribuída ao
fato de D.H.Lawrence estar perto do fim de sua vida, quando escreveu o livro. Concluindo, a
história pode ter sido mais conhecida pelas cenas de sexo explícito, que
trouxeram muitas controvérsias, mas o enredo aborda muitos tópicos importantes.
A história não era somente sobre sexo e amor. Era sobre conflitos interiores, lealdade,
classes sociais e a vida de um modo geral. Isto faz da obra um clássico
atemporal.



Resumos Relacionados


- O Amante De Lady Chatterley

- Lady Chatterley's Lover

- Lady Chatterley's Lover

- O Amante De Lady Chatterley

- O Amante De Lady Chatterley



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia