BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Raça Andaluza
()

Publicidade
No início do mês de Setembro tudo gira em torno da trilogia, vinho, cavalos e flamenco em Jerez da la Frontera.
A chegada do mês do Outono é o começo de mais um ciclo de produção vinícola.
É altura de vindimar estas vinhas que desde o tempo dos fenícios produzem a uva para o xerez (jerez), néctar cujo nome se confunde com a cidade.É também altura de visitar as adegas ou "bodegas", edifícios impressionantes de tectos altos, ambiente silencioso e iluminação fraca, desenhados na perfeição para o processo de maturação destes vinhos.
Numa dessas "catedrais enológicas" abertas ao público, a ínsignia na parede da entrada com a silhueta de um homem de capa e chapéu, a "nossa Sandeman", que além de porto e vinhos do Douro, também produz xerez. A capa é o simbolo português de coimbra e o chapéu um "sombrero" andaluz.
Do outro lado da rua fica a Real Escola Andaluza da Arte Equestre, uma das várias instituições guardiãs do puro-sangue andaluz. As apresentações de espectáculos hípicos são autênticos bailados a cavalo, e os museus de charretes e de arte equestre são um luxo.
Só falta o flamenco para dar o colorido à fiesta. Na celebração das vindimas, a Fiesta de la Buleria reune alguns dos maiores nomes do flamenco.



Resumos Relacionados


- La Historia Del Flamenco

- A HistÓria Do Vinho Italo-brasileiro

- Mãe Pátrio Poder

- Www.ondapix.com

- Amália Rodrigues



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia