BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Da primeira á Quarta Cruzada
(Dr. Adérito Tavares)

Publicidade
Primeira cruzada – em 28 de Novembro de 1095, no Concílio de Clermont, ao grito de “Deus que assim! ”, o Papa Urbano II incitou todos os cristãos a tomar o caminho de Jerusalém , armados e ostentando uma cruz como bandeira. A Santa Sé assumiu a organização e direcção da empreitada.
Urbano II designou como seu representante Adhemar de Monteil . Formaram-se 4 exércitos: os cavaleiros do Sul de França; os Lorena, sob o comando de Godofrendo de Bouillon e de Balduino de Flandres; os do Norte de França, comandados por Hugo de Verdois; e os Normandos de Boemundo de Tarento  e de seu sobrinho. Os grupos seguiram rotas diferentes até atingir Constantinopla em 1097, quando souberam do infortunado fim, em mãos de turcos, da maior parte dos camponeses, que, impacientes por chegar a Jerusalém haviam seguido Pedro, o Ermitão. O Imperador bizantino Aleixo l  facilitou aos expedicionários a passagem para a Ásia Menor. Depois de se apossarem de Doriléia (1097), Edessa e Antioquia (1098), os cruzados dominaram Jerusalém em 1099. Com isso foi estabelecido o Reino Latino de Jerusalém, sob o poder de Godofredo de Bouillon.
Segunda cruzada – a conquista de Edessa em 1144 por Zenguii, sultão turco de Massull, fez com que os cristãos percebessem a fragilidade dos seus fortes na Síria e na Palestina. O Papa Eugênio III confiou a São Bernardo de Claraval a organização de uma nova cruzada, cujos exércitos foram liderados por Luís VII de França e Conrado III da Alemanha. Na Anatólia, Conrado III foi vencido pelos turcos, facto que o fez regressar a Constantinopla e, de lá, embarcou para Acre, o principal porto do Reino Latino de Jerusalém. Contra a opinião de seus capitães, Luís VII preferiu seguir para a Antioquia e Jerusalém. Na cidade Santa reuniram-se ambos os exércitos. Luís VII e Conrado III decidiram sitiar Damasco (?), mas tiveram de desistir em pouco tempo.
Terceira cruzada – o fracasso da Segunda Cruzada permitiu que os turcos de Saladino se apoderassem de Jerusalém em Outubro de 1187 e do Reino Latino, somente Tiro resistiu ao ataque. O Papa Gregório VIII apressou-se em conseguir o apoio dos monarcas para recuperar a cidade Santa. Aderiram á Nova Cruzada Frederico I, o Barba-Roxa, de Alemanha, Filipe II, de França e Ricardo do Coração de Leão, da Inglaterra. Os cruzados alemães partiram de Ratisbonne em 1189, seguiram pela Rota do Danúbio, passaram por Constantinopla e chegaram á Ásia Menor, onde derrotaram os turcos em 14 de Maio de 1190; no entanto, a inesperada morte de Barba-Roxa um mês depois, privou a Terceira Cruzada do seu melhor estratega.
Em Julho de 1191 Acre foi tomado por Filipe II e Ricardo Coração de Leão, o qual, pelo caminho havia-se apossado da Ilha de Chipre. No entanto, mal entendidos entre os dois monarcas, fizeram com que Filipe II regressa-se a França.
Apesar de derrotar Saladino em Arsuf, Ricardo não conseguiu conquistar Jerusalém. Vendo seus exércitos cada vez mais fracos, o rei inglês estabeleceu um acordo com o Sultão Turco. Uma trégua de três anos, três meses, três semanas e três dias, assegurando o livre acesso a Jerusalém dos peregrinos cristãos, sem armas e sem pequenos grupos.
Quarta Cruzada – em 1199, o Papa Inocêncio III convocou os cristãos a unir novamente suas forças e reconquistar lugares santos. Liderados por Banifácio Montferrat , em 1202 os cruzados tomaram o rumo de Constantinopla, dividida pelas lutas entre Aleixo III e Isaac II.
Apoderaram-se da cidade em 17 de Julho de 1203 e recolocaram Isaac II no trono, ao qual ficou associado seu filho Aleixo IV.
Estes concederam aos cruzados privilégios comerciais e decretaram a união das Igrejas sob a autoridade do Papa romano. Tais medidas provocaram uma revolta popular que destituiu Isaac II e Aleixo IV e levou Aleixo V ao poder. O novo Imperador anulou todas as disposições dos seus antecedentes, ao que responderam os cruzados sitiando novamente Constantinopla (Abril de 1204).
Escolheram então Balduino de Flandes para ocupar o trono e instituíram um sistema feudal que se prolongou por meio século.



Resumos Relacionados


- Império Bizantino - Dinastia Dos Angelos

- Da Quinta á Oitava E última Cruzada

- Ricardo Coração De Leão

- A Terceira Cruzada

- Império Bizantino - Dinastia Lascaridas



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia