BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Código Da Vinci - Crítica
(DAN BROWN)

Publicidade
Esse livro foi categorizado como ficção e, ainda assim, afirma revelar fatos reais. Isso é um absurdo. É possível provar a ficção pelos fatos, mas não o contrário.

O autor se refere a Pergaminhos do Mar Morto para provar coisas que supostamente ocorreram depois. A questão é quando um escritor, uma companhia editorial ou uma entidade cinematográfica tem o direito de trair o mundo todo inventando algo e, então, fazendo parecer que isso é uma descoberta.

Claramente muitos sabem que muitas pessoas, que depois se tornaram profetas de religiões, eram seres mortais e, de muitas formas, foram perseguidos por seus governantes contemporâneos ou pela religião majoritária da época. Mias tarde, os próprios perseguidores, com medo da providência dovona ou por culpa, endeusaram essas pessoas.

Assim, o que realmente ocorre é que alguém que nada queria é perseguido, e depois endeuzado. Esse é o caso com todos os messias da religião. Aqui, o autor fez uso comercial da vulnerabilidade de uma religião em particular para levantar críticas, fazer fama e dinheiro. Assim, nós podemos esperar esse tipo de livros sobre, não apenas o cristianismo, mas sobre outras religiões também.



Resumos Relacionados


- Eram Os Deuses Astronautas?

- O Guia Completo Das Religiões Do Mundo

- Definição De Religião

- Antropologia Da Religião

- O Ateísmo Não é Uma Crença



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia