BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Sentimento Do Mundo
(Carlos Drummond de Andrade)

Publicidade
O poema SENTIMENTO do MUNDO mostra o autor Carlos Drummond de Andrade e sua descoberta: ele é menor que o mundo. Então se choca pois esse mundo não é como ele imaginava. Sensibiliza-se, percebe que deveria ter olhado melhor para o seu semelhante. A tomada de consciência da realidade envolve-o em pessimismo e tristeza, sentindo-se isolado.
CONFIDÊNCIA do ITABIRANO é um auto-retrato que apresenta traços fundamentais da personalidade do poeta e da sua mineiridade. Itabira é sua terra. Há lirismo e saudade nos versos. O autor retoma a infância, a terra natal, materializando suas lembranças. É bom lembrar que Drummond resolve morar no Rio de Janeiro pois, segundo ele, Itabira estava sendo destruída pela mineração.
Nos versos de CANÇÃO DA MOÇA-FANTASMA DE BELO HORIZONTE o autor fala que não há mais românticos como antigamente. Quanta falta eles fazem!
O OPERÁRIO no MAR mostra o fascínio da classe superior e a naturalidade do operário. O elemento de comunicação é o sorriso. Um poema bastante emotivo é MENINO CHORANDO na NOITE. O poeta sofre com o sofrimento do outro. As lágrimas caindo simbolizam a dor intensa e universal. Ser triste dói. Encontramos uma mistura de terror, beleza e delicadeza em MORRO da BABILÔNIA. Alusão aos negros que vivem no morro, ao samba, música popular e ao poder, a Babilônia. Nos versos de CONGRESSO INTERNACIONAL do MEDO o autor cita o medo ultrapassando a morte, em grandeza. Segundo ele, o medo não é solitário, não é só de Drummond, as pessoas têm medo até do contato, do relacionamento.
Um dos momentos de maior resgate do passado é quando se lê OS MORTOS de SOBRECASACA. O passado configurado no álbum de fotografias dos antepassados. Embora, inicialmente, as pessoas do presente zombem dos mortos, nos últimos versos a ironia dá lugar ao intenso sentimento. Esse poema é uma antecipação da poesia que vai falar da família e da memória. Não há como se desfazer do passado, da memória, mesmo que as fotos se acabem um dia. As lembranças boas e belas que nos acontecem ficam.
Em BRINDE no JUÍZO FINAL, o texto é modernista e homenageia os poetas populares contra os acadêmicos. Mostra a impotência da poesia burguesa no mundo capitalista. Fala que a poesia não é feita só de temas nobres, consagrados, mas de termos e temas banais. Drummond faz um brinde a essa poesia considerada, anteriormente, ridícula. PRIVILÉGIO do MAR é uma crítica à alienação burguesa. O poeta inclui-se entre os alienados que, se não atingidos, não se mobilizam e desfrutam de certa tranqüilidade, privilegiados em suas moradias de cimento armado.
Eu poderia comentar todas as poesias desse grande poeta. Falar de Carlos Drummond de Andrade é um prazer inesgotável. Estas foram apenas algumas lembranças que ficaram após a leitura do SENTIMENTO do MUNDO. Lembranças muito mais que lindas!



Resumos Relacionados


- Sentimento Do Mundo

- Carlos Drummond De Andrade

- O Sentimento Do Mundo

- Português Maia

- Morte Do Leiteiro



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia