BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


O Monge E O Executivo
(James C. Hunter)

Publicidade
O Monge e o Executivo é um livro que aborda didaticamente como a liderança pode ser aplicada em nosso dia-a-dia. O ambiente utilizado pelo autor para explicar os conceitos foi um retiro em um mosteiro, no qual um executivo bem sucedido profissional e pessoalmente vai passar uma semana para rever seu comportamento, pois está passando por um momento de crise em seus relacionamentos.

Esse executivo, como muitos outros, baseava suas ações no poder e esse poder era estendido para seus relacionamentos pessoais e familiares. E de acordo com o autor: ?poder é a faculdade de forçar ou coagir alguém a fazer sua vontade, em função de sua posição ou força, sem que essa pessoa queira fazer?. E liderar é influenciar as pessoas de uma forma que elas encontrem dentro de si a motivação para atingirem os objetivos identificados como sendo comuns ao meio. Assim, liderar é ter Autoridade, que se diferencia do poder, pois é a habilidade de levar as pessoas a fazerem, por sua própria vontade, o que você quer que elas façam, por uma questão de influência pessoal. Assim temos a autoridade relacionada com o caráter do líder e a influência que ele exerce sobre as pessoas. Desta forma, liderar é influenciar e se relacionar com as pessoas, comportando-se de modo que elas tenham no líder um exemplo a seguir.

O livro aborda alguns comportamentos que o líder deve ter: honestidade, confiabilidade, cuidado, compromisso, ser bom ouvinte, respeito, atitude encorajadora, positiva e entusiástica. Pelos comportamentos listados, nota-se que o papel do líder é servir, isto é, identificar e satisfazer as reais necessidades das pessoas, utilizando o raciocínio do ?você colhe o que planta?. Assim, quando nos dispomos a satisfazer as necessidades alheias, estamos servindo e nos sacrificando, e segundo o autor, esse sacrifício está baseado no Amor, não no sentimento, mas no comportamento amoroso. Que é o fundamento de nossa vontade.
Em suma, se você quer atingir um objetivo e quer fazer com que as pessoas o sigam, comporte-se amorosamente, satisfazendo suas reais necessidades, ouvindo-as e se relacionando bem com elas, escolha agir. O autor fala sobre as escolhas, pois somos nós que escolhemos ser quem somos, o comportamento que teremos, e essas escolhas estão baseadas em nossas crenças, assim é preciso fazer escolhas acerca daquilo em que se acredita.



Resumos Relacionados


- Monge E O Executivo

- O Monge E O Executivo

- O Monge E O Executivo - Parte I

- O Monge E O Executivo

- O Monge E O Executivo



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia