BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


I Ching - O Livro Das Mutações
(Richard Wilhelm)

Publicidade
Com prefácio de C. G. Jung, esta versão do antigo livro-oráculo chinês I Ching (clássico das mutações) foi traduzida diretamente do chinês pelo sinólogo alemão Richard Wilhelm e veio a público pela primeira vez em 1923.
O sistema de seis linhas (hexagramas), que é a base do oráculo das mutações,
é atribuído ao personagem lendário Fu Xi, suposto fundador da civilização
chinesa. Os primeiros textos das mutações, escritos em ideogramas chineses,
remontam a um período anterior à dinastia Zhou (cerca de 1.150 a.C.) e são
atribuídos ao Rei Wen (que significa Rei Cultura) e a seu sobrinho, o
Duque de Zhou.
Mais tarde, Confúcio (551 a 479 a.C.) e seus discípulos acrescentaram
comentários, chegando à forma que se estabeleceu como clássica, e a partir
da qual foi feita a versão de Wilhelm.
O I Ching é, ao mesmo tempo, um oráculo (um método de consultar a sorte) e um
compêndio de filosofia chinesa, integrando conhecimentos que são a base da
Medicina Tradicional Chinesa, do Feng Shui (princípios de harmonização de
ambientes) e de muitos outros aspectos da rica cultura deste povo.



Resumos Relacionados


- I Ching Xadrez

- I Ching Ilustrado

- Literatura Chinesa

- Biografia De ConfÚcio

- O Livro Do I Ching Visual



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia