BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


As Aventuras De Tom Sawyer
(Mark Twain)

Publicidade
Tom Sawyer, publicado originalmente em 1876, é a personificação do rapazinho que cada criança quer ser: livre, aventureiro, moral e inteligente. Nascido no coração do Sul, no Missouri, Tom assemelha-se ao seu autor Samuel Clemens (o verdadeiro nome de Mark Twain), quando novo: um rapaz incapaz de viver na rotina, espirituoso e possuidor um forte sentido do bem e do mal.

Tom é órfão, vive com a sua tia Polly e com os seus primos e adora faltar à escola para ir pescar. A sua tia faz o melhor que pode, tentando domesticá-lo, ao arrastá-lo para a igreja e ao punir as suas rebeliões.

Segunda-feira é o pior dia da semana, uma vez que é sinal de que se avizinha uma semana de instrução enfadonha. Se Tom se atrasar para a escola, o que acontece frequentemente, já sabe que receberá provavelmente um castigo (na forma de chibatadas), aplicado pelo maçador mestre-escola.

Certa segunda-feira o seu coração voa, ficando imediatamente apaixonado, ao surgir uma nova menina na escola, chamada Becky Thatcher. Dá-lhe uma maçaneta como sinal da sua afeição e tudo parece caminhar bem até ao momento Becky se zanga, quando ele menciona o nome da sua anterior amada, Amy Lawrence.

Nessa noite ele escapa-se de casa, na companhia de Huckleberry Finn. Os miúdos dirigem-se para o cemitério e tornam-se involuntariamente testemunhas do roubo de sepulturas, por parte do índio Joe, o Dr. Robinson e Muff Potter. Porém, surge uma discussão entre Potter, que se encontrava bêbedo, e o Dr. Robinson, levando a que o primeiro fique desmaiado no chão. O Índio Joe aproveita, então, para matar o Doutor, colocando a faca na mão de Potter, que jaz por terra inconsciente. Este acorda e pensa que assassinou o Dr. Robinson, implorando a Joe para não dizer a ninguém, fugindo ambos de cena.
Huck e Tom, que assistiram a tudo, decidem-se optar pelo silêncio, fazendo um juramento de sangue, depois do qual Tom regressa a casa.
Na manhã seguinte a sua tia grita com ele e, na escola, Becky devolve-lhe a maçaneta que este lhe dera. Entretanto o corpo do doutor assassinado e a faca sangrenta são descobertos, ficando a cidade no caos. Potter é apanhado, implorando ajuda a Joe, mas o Índio deixa que ele seja levado.

Tom, movido pela culpa e pelo ressentimento, encontra-se com Huck. Usando uma jangada o par rema para uma ilha, no meio do rio, e passa lá a noite. Na manhã seguinte ouvem detonações e descobrem que as gentes da cidade procuram alguém que se tenha afogado: disparavam-se canhões para fazer os corpos vir à superfície. Tom apercebe-se que é por eles que andam à procura! Levam a farsa adiante, fazendo acreditar que realmente estão mortos e, Tom visita a sua tia Polly enquanto esta dorme. Com saudades de casa e fartos da ilha vão ao seus próprios funerais e ouvem as coisas maravilhosas que são ditas após a sua aparente morte. No final do serviço, chorosos e culpados, aparecem confessando que estão vivos.

Tom regressa à escola e salva Becky de ser castigada, após ela acidentalmente rasgar o livro de anatomia do mestre-escola, assumindo a culpa e o castigo, levando a que Becky goste dele novamente.

As férias do Verão chegam, livrando as crianças da escola mas, Tom, ao apanhar sarampo vê parte do verão desperdiçado. Além disso, Becky e a família partem para fora por algum tempo.
Após a sua recuperação, é agendado o julgamento de Muff Potter e Tom, audaciosamente, testemunha o facto de ter visto o índio Joe, não Potter, matar o Dr. Robinson. Joe escapa-se e Potter é libertado, transformando o rapaz instantaneamente num herói!

Mais tarde nesse verão, ao brincar ao Robin Hood, Huck e Tom detêm-se numa casa assombrada, onde descobrem que o Joe e o seu sócio enterraram algum tesouro, assim como planeiam fugir para o Texas, após um último trabalho.
Entretanto Tom distrai-se com o regresso de Becky à cidade e combinam um piquenique. O casal explora, então, uma gruta perto da área do piquenique, mas perdem-se nesta. Tom assegura a Becky que serão procurados e usa o seu cordel de papagaio para servir de guia por entre os corredores, enquanto tenta encontrar o caminho de regresso. No entanto, encontra o índio Joe escondido na caverna, que felizmente não dá por ele. Tom consegue, finalmente, encontrar uma forma de sair da gruta e ambos recuperam do pesadelo.
Dias mais tarde, Tom descobre que o juiz Thatcher, pai de Becky, mandou selar a caverna. Tom revela que Joe está escondido lá dentro e começa uma nova caça ao homem. O assassino é encontrado morto, vítima de fome, e Tom e Huck podem agora respirar de alívio.
Os rapazes encontram a localização do tesouro, agora escondido na gruta, tornando-se ricos e heróis locais.

Twain termina o seu conto com o facto de a maioria dos personagens ainda se encontrarem bem e felizes. Porém, a sua história trata apenas de crianças e recusa avançar mais para além deste ponto.
Este encantador e enérgico conto é leitura obrigatória para todos os fãs de Twain. Ele ressalta a excitação e folia da juventude e, melhor, faz-nos lembrar da nossa juventude recheada de curiosidade. Todos temos um pouco de Tom Sawyer em nós!



Resumos Relacionados


- As Aventuras De Tom Sawyer

- A Irmã De Becky Bloom

- A Irmã De Becky Bloom

- Aventuras De Tom Sawyer

- As Aventuras De Tom Sawyer (les Aventures De Tom Sawyer)



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia