BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A Velha Contrabandista
(Stanisláu Pontepreta)

Publicidade
            
            Existia na fronteira entre dois países, uma velha, que todas as manhãs passava pelo barreira de um posto policial entre os dois país, montada numa motocicleta, tendo na garupa, um saco!
            Neste posto, havía um policial com mais de trinta anos de profissão, que jurava para seu colega de corporação, que aquela velhinha era contrabandista.
----- Eulálio, eu tenho mais de trinta anos de profissão; já vi muita coisa neessa vida, e ninguém me tira a idéia que essa velhinha é contrabandista!?. Vamos apostar?!.
            Muito curioso, na outra manhã, o policial ao avistar a velhinha se aproximando do posto policial, fez sinal para que a mesma parásse para averiguação.
------ Bom dia, vovó!
------ Muito bom dia seu policial!
------ Vovó, diz prá mim: eu tenho mais de trinta anos de profissão, conheço tudo quanto é malandragem, e ninguém me tira de cabeça que a senhora é contrabandista!!.
------ Que meu filho!
------ Vovó, diz prá mim : o que é que a senhora leva aí nesse saco?
------ É areia meu filho.
------ Posso averiguar?
------ Sim.
             E o policial pegou o saco, abriu, jogou tudo na calçada, e, só continha areia. Muito sem graça, ele liberou a vovózinha, que mais uma vêz, passou pela barreira policial...
             Outros dias se seguiram, e sempre, o policial se indagando:
------ É, eu ainda pego esta velhinha!
             Passado muito dias, ele sempre abordando a velhinha na parreira sem sucesso; ele decidiu:
------ Amanhã,eu resolvo essa parada!
              No outro dia, lá vinha a velhinha na sua motocicleta, quando o guarda:
------ Fiú... Alto lá! Vovó, eu tenho mais de trinta anos de profissão, conheço tudo que é malandragem, e ninguém me tira de cabeça que você está traficando alguma coisa!?. Vamos lá, conta prá mim, eu prometo que não vou te denunciar, não falo nada prá ninguém,mas me diz: o que é que a senhora trafica aí?
------ O senhor jura que não vai dizer nada prá ninguém?!.
------ Juro! Mas, me diz: qual é a parada?
------ É a moto meu filho!



Resumos Relacionados


- Zodiac

- O Perfume: História De Um Assassino

- Life Says Impossible?????????

- Daniel Deronda

- Transport Management



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia