BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Sá De Miranda
(telodeassiz)

Publicidade
Sá de Miranda nasceu em 1485 em Coimbra e concluiu seus estudos na Universidde de Coimbra chegando a ser Lente substituto. Foi comtemporâneo de Camões e alguns historiadores chegaram a dizer injustamente que os dois eram rivais por,nunca ter decerto estabelecido um paralelo entre o historial da temática dos dois poetas Este poeta foi o primeiro a debruçar-se sôbre o problema da angústia ou, como hoje se vulgarmente se diz a depressão, quando todos se contentavam e se encantavam com outros temas mais fácilmente entendidos como o amor e as cantigas de escárnio e mal dizer
Uma das cantigas dele, no português tipico dessa altura - Comigo me desavim,/Sou posto em todo o perigo:/ Não posso viver comigo/ Nem posso fugir de mim.....e concluindo - Pois que trago a mim comigo/ tamanho imigo de mim?- faz-nos deparar a sensibilidade a partir duma auto-observação e uma análise tão profunda à  melancolia que só muitos séculos mais tarde haveriam outros poetas e porque não psicólogos a tentar debruçar-se sôbre essa problemática existencial do ser. Saudemos esse poeta lusófono, estudando a sua poesia e admirando esse pioneirismo numa época em que decerto não seria tão bem entendido. É certo que ele trouxe de Itália, onde esteve : o soneto, a ode, o drama em prosa e a elegia mas é maior merecedor ainda no nosso século da nossa admiração pelo seu pioneirismo



Resumos Relacionados


- Vertigo Y Futuro

- Quero Esquecer

- O Perfume: História De Um Assassino

- Daniel Deronda

- Zodiac



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia