BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Gabriela, Cravo E Canela
(Jorge Amado)

Publicidade
Quando Gabriela chega à cidade Brasileira de Ilhéus, as coisas nunca mais seriam iguais. Em 1925, as plantações de cacau da cidade estão florescentes e o progresso reina, mas a preocupação de Nacib o Árabe é que o seu cozinheiro despediu-se do seu bar. Ele aventura-se no mercado para contratar um trabalhador temporário e encontra uma jovem mulata chamada Gabriela que é selvagem e tem o cabelo cheio de pó. Mas algo na sua voz faz com que Nacib arrisque e lhe dê uma hipótese, e parece que ele não foi o único homem a reparar nela. De repente há mais em que pensar do que as preocupações diárias: casos amorosos, assassinatos, banquetes, funerais, desejo, ódio, vingança e milagres.Desde sempre associado à primeira telenovela brasileira a passar em Portugal, Gabriela é uma festa para os sentidos, e a forma como Amado consegui apanhar e transmitir o Brasil dos Coronéis é absolutamente única e imperdível.



Resumos Relacionados


- Gabriela Cravo E Canela

- Gabriela Cravo E Canela

- Gabriela Cravo E Canela

- Gabriela Cravo E Canela

- Gabriela Cravo E Canela



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia