BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Escritos Sobre A História
(Fernand Braudel)

Publicidade
Esta é uma obra do importante historiador francês Fernand Braudel. Trata-se de um Livro no qual Fernand Braudel narra um pouco de sua trajetória como pesquisador e discute temas relacionados à escrita dos estudos históricos. O modo como realiza esta empreitada é particularmente instigante e útil aos que desejam recolher por meio da leitura as virtudes de um grande estudioso em história. O livro se compõe de várias análises do autor acerca de tema como: a) a relação da História com as Ciências Sociais (na qual advoga uma posição em que a História forneceria a cada uma das demais Ciências Sociais, aparatos metodológicos e teóricos que permitiriam um enriquecimento mútuo de tais disciplinas, já que a História segundo ele é a própria inspiração originária das Ciências Sociais) ; b) A defesa da aplicabilidade do Método Comparativo em História, já que para Braudel, não é possível ser realizado um estudo histórico sem a mediação deste método, propondo então estudos em que as comparações sejam internas (relativas ao próprio objeto, e suas variações ao longo do período estudado) e externas (na qual o historiador compara o período focado no estudo ao objeto investigado em outros períodos de tempo; c) A École des Annales e a História, na qual Discute a relação entre o grupo da École des Annales e as demais tendências historiográficas presentes no campo científico dos anos entre 1950-1970; d) A pluralidade dimensional do tempo histórico, que consiste na defesa da idéia de que os estudos históricos podem ser comparados às camadas do mar, na qual a superfície representa os eventos ocorridos no cotidiano, com suas muitas variações, e a desordem das ações humanas, enquanto que o leito dos oceanos representa o tempo em décadas, cujas mutações assim como no relevo marinho, ocorrem mais lentamente, sendo mesmo assim possíveis de ser percebidas pelo sujeito histórico, e, por fim, compara o tempo das grandes transformações sociais às camadas abissais do mar, as quais são muito profundas e cujas mudanças duram séculos ou milênios para ocorrerem e serem percebidas. Partindo desta premissa, o historiador deve realizar um papel de mediador entre estas três instâncias temporais, identificando as relações que seu objeto estabelece com cada uma destas dimensões, transferindo os resultados desta análise para a escrita da história. Obra indispensável para todos aqueles que desejam, como Braudel, mergulhar no oceano da história e depois dele retirar seus tesouros de conhecimento.



Resumos Relacionados


- Writings On History

- Fernand Braudel X Mentalidades

- A História Entre A Filosofia E A Ciência

- Studies In Iconology: Humanistic Themes In The Art Of The Renaissance

- Studies In Iconology



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia