BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A Origem Das Especies
(san graal)

Publicidade
A ORIGEM DAS ESPÉCIESAs neuro-células excêntricas e as tensões prozóicasa)Todas estas tensões são variações confusas de ameaça à liberdade intelectual do ?Eu?, na reconstrução psíquica permanente a que estará sempre sujeito.aa)Origem das espéciesQuando o magma do planeta Terra arrefeceu, biliões e biliões de ácidos ADN fundiram-se aleatoriamente para dar origem às espécies vegetais e animais; daí a sua diversidade monumental.A espécie na qual temos origem é o resultado de uma fusão de 27 mil pares de ácidos, ou seja 54 mil ácidos fundidos. Essa fusão fez-se com a separação em dois grupos sexuais (por algumas espécies de ácidos ADN específicos); por esta divisão de ácidos iniciou-se a fase de reprodução (por atracção/repelência de alguns desses ácidos), e evolução das espécies até àquilo que viria a ser o primeiro esboço científico dos primeiros seres humanos. As tensões prozóicas têem também aí a sua origem.A actividade deste tipo de tensões prozóicas (pré estado de preparação da acção) dentro das neuro-células excêntricas, excitam o acordar (retorno do eu), o sonho (omissão periódica do eu e do mim, pela actividade imaginativa), e o ultra sonho (conteúdo pró psíquico de sonho obliterado no eu, por um delírio), num absurdo, por uma reacção de dormir (perenidade) e uma contra reacção de acordar (actividade imaginativa de movimentar abstracto e físico) que regulam o limite - de queda ou de subida - na pulsação nervosa, durante o sono, (com reflexo na variação de outras tensões bio glandulares). O sono é uma desfocagem periódica entre o Eu e o Mim, no sistema límbico de mini cérebros dos biliões de neuro-células (foto-ideo-reformulantes e sensitivas), por interrupção periódica de funcionamentos de adunação e opalescência, numa grande percentagem destas.A natureza destas neuro células excêntricas, teem proto instintos inscritos geneticamente (códigos de proto instintos).Quero lembrar que, outra função do sono, permitindo o sonho: consiste na normalização emocional automática (auto reconstrução expontânea) de ajuda psicológica ao ?Mim?, que depende de uma quantidade periódica não determinada de emoções diversas (de fruição positiva) para redução psíquica de aborrecimento circunstancial. (o reflexo deste aborrecimento continuado poderia provocar um aumento de instabilidade para o qual o ?Mim? não está preparado resistir ou seja: o de ultrapassar o seu volume limite de irritabilidade fisiológica).(Nota intercalar: do ponto de vista físico, químico e eléctrico o sono é a neutralização de milhões de aniões, no campo magnético do ?Mim?, sem afectar as neuros- células, mas interrompendo o funcionamento da prodigiosa actividade imaginante, e consequentemente de todas as outras funções (inteligência, memória, etc.), durante o decurso do mesmo (proporcionando indirecta e perpetuamente o repouso e o equilíbrio psíquico).Para além disso as neuro células instintivas, que são contíguas, adquirem vivacidade reactivando-se também por efeito das tensões prozóicas durante o estado de acordado (actividade intelectual), e na contra reacção transitória condicionante (desorientação transitória do eu), que mais abaixo se descreve???????. VITOR CENTURY A sensação de acordar e de boa disposição, satisfação pornológica ou de saúde fisiológica das próprias neuro-células excêntrica



Resumos Relacionados


- Acordar E Sonhar

- Robot Robot Robot

- The Origin Of The Especies

- O Inconsciente Não Existe

- Extracto De Teoria



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia