BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Cada Caso É Um Caso
(ROSITA)

Publicidade
E agora? O que fazer?Confiar nos Médicos e seguir em frente. Fazer os tratamentos necessários. É preciso é salvar a vida. se tem que se fazer quimioterapia? vamos fazer.Pois? o pior é que me vai cair o cabelo e os meus filhos vão saber o que eu tenho. Como é que eu lhes vou contar? Como é que eles vão reagir?Esses, foram dias difíceis da minha vida. Não sabia como lhes dizer sem que eles sofressem muito. Comecei por insinuar que estava doente ? que tinha que fazer tratamentos? e um dia, porque não podia adiar mais, ganhei coragem, e disse-lhes directamente: vou começar a fazer quimioterapia. Vai cair o cabelo? mas vou ficar boa.Assim foi. Seguiram-se seis tratamentos de quimioterapia.Os dois primeiros tratamentos foram um pouco difíceis porque fiquei enjoada, mas os seguintes, já suportei melhor. Ficava em casa dois dias e depois ia trabalhar, não podia ficar em casa a pensar que estava doente, a vida continuava. Quando o cabelo caiu, (ao segundo tratamento), comprei uma peruca muito parecida com o meu cabelo, e até me diziam: hoje foste à cabeleireira?Coitada da minha amiga? quando eu lhe respondi: não fui à cabeleireira?. é uma peruca!Desculpa, amiga, fui muito directa?A VIDA ESTAVA A SER MUITO DURA PARA MIM , e eu fui bruta ao responder assim?.QuimioterapiaQuando soube que ia fazer quimioterapia, fiquei um tanto preocupada, mesmo trabalhando nos Serviços de Saúde, não sabia muito bem como eram os tratamentos, posso dizer que fiquei mesmo alarmada porque há aquela convicção que são tratamentos muito dolorosos e que os doentes ficam muito debilitados.Foi quando procurei amigas minhas que já tinham tido esta doença.A primeira com quem fui falar, foi operada a um tumor na mama, Mas não fez quimioterapia injectável, sòmente em comprimidos.A segunda fez quimioterapia como eu ia fazer. Quando eu lhe perguntei se custava muito respondeu-me prontamente:Olha? não te vou dizer que não custa; é verdade que custa um bocadinho?. Mas se fosse preciso fazer outra vez para salvar a vida? é claro que voltava a fazer. É uma mulher forte e determinada. Obrigada. Deste-me muita força. Eu hoje diria o mesmo a alguém que me perguntasse algo sobre a quimioterapia.Não é nada que não se aguente. É preciso fazer, faz-se !Para salvar a vida fazemos todos os tratamentos.



Resumos Relacionados


- Descobertas Sobre O Câncer De Mama

- Cancro Da Mama

- Cada Caso É Um Caso

- Câncer - Gel Evita A Queda De Cabelos Por Quimioterapia

- Nicotina Prejudica Quimioterapia



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia