BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Teorias Da Comunicação
(Mauro Wolf)

Publicidade
TEORIAS DA COMUNICAÇÃOMauro WolfLisboa. Ed. Presença. 4a ed. 1995Por Lilian FrançaLiteratura básica para estudantes de comunicação social e interessados em compreender o fenômeno comunicacional, o livro de Mauro Wolf apresenta de modo bem organizado e consideravelmente denso as principais teorias da comunicação, começando pela ?Teoria da Bala Mágica? e chegando até algumas das teorias mais próximas do jornalismo, como o newsmaking e o agenda setting. O texto é acompanhado por uma contextualização de cada época, da década de 40 aos anos 80 do século XX, e de breves considerações sobre os principais autores e obras de cada período, tratando as teorias com a precisão necessária e sempre partindo do princípio de que não há fronteiras explícitas entre as diferentes teorias, muitas delas incorporando ou complementando outras. A estrutura do livro divide-se em duas partes. A primeira não segue uma ordem cronológica, mas adota a lógica de reunir as teorias de base mais evidentemente psicológica, ou seja, aquelas de fundo comportamentalista, as de base sociológica e as de base filosófica. O autor, entretanto, não trata de modo dicotômico os três campos mencionados do saber, ao contrário, mostra que há sempre uma interação entre eles e, em cada momento, o destaque de uma determinada abordagem. A segunda parte trata das teorias voltadas mais especificamente para o jornalismo, o que confere ao livro uma amplitude que prepara o leitor para um aprofundamento posterior. Os alunos iniciantes na área podem se ressentir da linguagem mais elaborada e da presença de termos e expressões do Português de Portugal, posto que o livro não tem sua versão em Português do Brasil. Há também o fato de que o autor pressupõe que o leitor possua conhecimentos mínimos de psicologia, sociologia e filosofia e que seja capaz de reconhecer em cada período histórico os contextos mais significativos e as relações entre tais contextos e o ambiente comunicacional da época. Apesar de existirem outros bons livros de Teoria da Comunicação, o de Mauro Wolf tornou-se um clássico, que pela qualidade da pesquisa, quer pela amplitude, que consegue oferecer um inteligente panorama das teorias da comunicação (e bem mais do que um panorama) sem, entretanto, cair no modelo de um manual, em geral muito mais técnico do que argumentativo. Wolf não se furta de acompanhar cada teoria das principais críticas a ela atribuídas e os pontos em que deixou flancos para receber tais críticas. É o caso, por exemplo, das teorias que têm como foco a manipulação, a persuasão e a influência e que o autor vai, habilmente, mostrando de que modo esses pressupostos não podem ser atingidos, até mostrar que a questão das diferenças individuais ainda não havia sido suficientemente em conta nesses primeiro modelos teóricos. A leitura é fundamental para alunos e pesquisadores e as possíveis lacunas podem ser sanadas com leituras complementares.



Resumos Relacionados


- Escola E Democracia

- Fundamentos Da Psicologia Cognitiva

- História Das Teorias Da Argumentação

- Escola E Democracia

- O Que é O Micro-sociologia?



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia