BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


E Deu Pros Deuses Que Meu Anjo Espera!
(Adroaldo Bauer)

Publicidade
Ninguém procura a terra do Nunca Com alguém que Nunca viu
Alguém procura riquezas Que Outro roubou Daquele
Ninguém é santo
Nunca jura que tem caso
Alguém afirma que um viu Outro com Aquela
Pura intriga, Aqueloutra é uma só,
Se faz, se fantasia, despeitada
Alguém há de achar Nunca exagerado
Mas a prima Vera vai parir
Conforme o encomendado
Começo desabusado,
Feito grilo no telhado,
Te deixou mais acordado,
Que duende enfeitiçado,
Na mata não se mata se não se come,
Não se come se não se mata
Mais das vezes,
Que por outras é possível por prazer
Animal tem isto, mesmo fera
Outra vez vi, vindo de lá, vencendo íngremes encostas,
Um pastor com um alemão por detrás seguindo-o fiel como um cão
Faria
Farejaria seu amigo melhor se dessem a ele o que buscar
Não menos que farinha, que uns chamam assim a coca,
Cocadade Aquela que cá chegou vinda de bandas outras.



Resumos Relacionados


- Cronicas De Un Corazon Roto (ii)

- Ciúmes

- Twenty Questions

- Terra Mãe

- El Hombre----antonio Davilla- Erasmo-



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia