BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Tudo Ou Nada
(Roberto Shinyashiki)

Publicidade
Tudo ou Nada é um livro sobre os momentos de ruptura. Segundo o autor, há situações em que não conseguimos resolver apenas com o diálogo e precisamos cortar nossos laços com aquilo que não nos deixa crescer, que não nos faz bem.
Vamos imaginar uma moça que está namorando um rapaz e engravida. Então, o sujeito vai embora e a família a rejeita, devido seu ato impensado. Essa pessoa vai ter que tomar uma decisão na vida. Ela precisará tomar as rédeas da própria vida nas mãos e decidir ser mãe. Porque ser mãe requer uma nova atitude na vida, requer que ela decida partir para o Tudo ou nada e assumir uma situação não planejada.
Outro exemplo: o garoto que está no último ano da faculdade decide fazer um estágio. Essa nova etapa de sua vida irá lhe exigir muito esforço e dedicação. É um momento de decisão, de tudo ou nada. Ou ele assume a responsabilidade e dá seu primeiro passo rumo à carreira e independência, ou continuará dependente de seus pais e sem maturidade para assumir sua vida.
Shinyashiki diz que é preciso estar pronto para enfrentar as conseqüências do tudo ou nada, porque, nos momentos de ruptura, você precisa tomar decisões rápidas que muitas vezes não são agradáveis, mas necessárias. Algumas vezes você tem que ser duro, outras você tem que ser frio, outras, ainda, você precisa da ajuda de terceiros, como advogados em caso de divórcio e médicos em caso de doenças graves.
Podemos dizer que os momentos de tudo ou nada são aqueles instantes em que precisamos tomar uma decisão para não perder as oportunidades da vida ? o autor alerta.
Shinyashiki afirma ainda que Deus dá a cada um talento, só que Ele só dá o talento. Ele não dá aquela dose de sacrifício, de dedicação, de comprometimento necessária para aplicarmos aquele talento. Isso fica a nosso encargo. Então, quando deixamos de partir para o tudo ou nada, desperdiçamos nosso próprio talento, nossos relacionamentos, nossa história. Desperdiçamos tudo porque aceitamos o caminho mais fácil. E, claro, acabamos sem nada.
O livro é categórico ao afirmar que todos nós na vida, pelo menos uma vez por ano, somos chamados para um momento de tudo ou nada. Quando menos esperamos, quando estamos em paz, tranqüilos com a nossa rotina, aparece, sem aviso, um desafio para enfrentarmos. E temos de encarar os desafios trazidos pelas novas situações que surgem, e passar por uma verdadeira Jornada de Herói.
Mas o autor nos anima para o que é preciso enfrentar: O que a gente tem a ganhar quando enfrenta esses momentos e encara os desafios é que, durante essa jornada, descobrimos a força interior que existe em nós e que nem imaginávamos. Essa descoberta só acontece quando precisamos enfrentar um câncer de mama, arrumar o próprio emprego, viver uma separação. Ou seja, nos momentos de tudo ou nada da vida descobrimos quanta coragem existe em nós e desenvolvemos uma consciência mais profunda sobre o nosso potencial e o nosso poder interior.
Imagine uma situação em que seu objetivo é aprender a falar Inglês. Só que, em vez de fazer aulas de inglês, tranqüilamente, você recebe uma promoção, com uma proposta para ir trabalhar em Londres. E você não sabe falar coisa alguma do idioma! Ou seja, vai ter que se virar, precisará aprender na raça. Esse é um crescimento brusco, às vezes traumático e sempre imprevisto. É uma situação em que você vai ter de partir para o tudo ou nada.
No livro Tudo ou Nada, o autor trata desse tipo de crescimento. As pessoas têm uma tendência muito grande a recusar esses momentos de tudo ou nada ? isto é, preferem ficar naquela situação cômoda que já conhecem. Segundo o autor, isso acontece porque esses chamados levam as pessoas a enfrentar o desconhecido. E os seres humanos têm uma tendência a aceitar melhor o conhecido, mesmo que haja sofrimento envolvido nisso. E acabam se acomodando com o sofrimento de todos os dias e evitando o sofrimento agudo. Por isso, é natural, em um primeiro momento, que as pessoas recusem os chamados intensos da vida.
O livro ensina que uma pessoa que está com medo de enfrentar esses momentos de tudo ou nada precisa:
Em primeiro lugar, ter a consciência de sua missão. Se tenho uma missão, não posso ficar com medo de enfrentar os desafios que me levarão a cumpri-la. Vou ter que aceitar viver intensamente para cumprir minha missão.
Em segundo lugar, é necessário ter uma noção sobre as suas possibilidades. Então, se tenho a percepção de que posso ir além, tenho que dar o salto que me levará além.
E em terceiro, a pessoa precisa desenvolver o prazer e a alegria de viver a vida intensamente.
Em resumo, o livro Tudo ou Nada foi escrito de modo a incentivá-lo a dar aquele passo que falta, na direção da felicidade em sua vida. E para lembra-lhe que o sofrimento pode ser um alerta da necessidade de mudança, um chamado para a sua decisão de fazer diferente e arriscar novas situações, em busca de realização pessoal.
Você pode saber um pouco mais sobre o livro e sobre o autor, acessando o site www.papolegal.net .



Resumos Relacionados


- Tudo Ou Nada

- Poemas

- Calunga

- O Modo Seicho-no-ie De Vencer As Dificuldades

- Sempre Em Frente



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia