BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A Arte De Amar
(Maurício Bastos)

Publicidade
"As coisas só tem sentido, quando são sentidas".
"Ouvi esta frase, por aí, e ela me marcou. Talvez muito mais do que imaginava".
Será que sabemos amar? O que é o amor?
Quando nascemos e até aproximadamente dois anos de idade, "somos puro amor". Nossa essência é totalmente amorosa e inocente.Nossos pais tem sempre as melhores intenções, porém será que eles receberam amor de seus pais? Será que eles sabem amar?
Hoje em dia é mais do que as criaqnças aprendam por imitação. O agir, o pensar, o sentir dos pais são imitados pelos filhos e por aí vai. E é lógico que "captamos a forma de amar de nossos pais e a forma de como eles se amam e nos amam".!!!!
A criança, desde sua fase intra-uterina, começa a perceber um mundo à volta dela. A antena está ligadíssima e tudo que acontece ao redor é recebido de forma muito intensa pela criança.Ela começa a entrar em contato com os limites e com os famosos nãos!!! O certo e o errado surgem da visão sem consciência de nossos pais e da sociedade.
Aos dois anos a criança está se descobrindo, se conhecendo, percebendo seu corpo e começa a se tocar.Por exemplo, se há um toque excessivo nos genitais, logo vem a repressão e um "não, isto é errado!!!, tire a mão daí!!!!"
Neste momento já acontece um bloqueio para o amor, pois para amar precisamos nos conhecer, sem conhecimento não há amor e para nos conhecer precisamos tocar e ser tocados, sentir os sentidos!!!!
Ora, a vida só tem sentido quando é sentida!!!



Resumos Relacionados


- Amor

- Amar É

- Amar Ou Ser Amado Filosofia

- A Dificil Arte De Amar

- Amizade E Amor



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia