BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


A Égua Verde (la Jument Verte)
(Marcel Ayme)

Publicidade
A ÉGUA VERDE.
Autor: Marcel Aymé.
Casa de edições: Gallimard.
Resumo: Judith Weber.Quand uma égua verde nait numa família de camponeses franceses até lá sem história, aquilo não pode faltar fazer vagas. A égua faz de resto muito curto um aparecimento, fisicamente que fala, mas a sua presença é notória muito ao longo da novela, o quadro onde é pintada, pelos comentários e considerar-se que faz, virtualmente, sobre os costumes e práticas sexuais de duas famílias dos quais rivalité recorda a do Montaigu e o Capulet do drama Shakespeare: Roméo e Juliette.

Este livro é satyre sem piedade que descreve certa fracção da sociedade do XIXème século na França, indo do camponês frustra e seus pequenos magouilles familiares ou políticos, e passando por uma burguesia às ideias estreitas e ambiciosas até ao tribunal Napoléon III onde o imperador decide ir ver a égua verde sobre o lugar, explicando que aquilo deve ser também raro que um ministro justo.

Três gerações vivem e sobretudo forniquent ao longo das páginas. Mas distante de ser pornográfica, esta novela às tendências claramente érotiques faz sorrir por estes estar simples na sua maneira de viver e no entanto tão complicada na realização dos seus projectos: a nomeação de um presidente da câmara municipal dá lugar à intrigas incroyables onde a complacência feminina desempenha o seu papel e certa carta perdida cria zizanie toda na aldeia.

o ambiente político varia e louvoie entre Republicanos e partidários do Império, mas não é nunca dramático, qualquer custar à uma pergunta de terreno em litígio ou uma peça de água para regar as manadas: é lá toda a extensão das preocupações dos camponeses da época, mas qual entrega aquilo fez naitre!

o estilo é incisivo, o vocabulário figurado e honesto. Os propósitos da égua estão sem subentendidos. É uma novela que pode-se relire, sempre com o mesmo prazer e rindo sempre às mesmas lugares.

Marcel Aymé também escreveu notícias (ele Passagem-Muraille) e outro livro ?o Vouivre? onde satyre e a fantasia misturam-se ao fantástico.



Resumos Relacionados


- Http://fredneumann.blogspot.com

- A Casa Da Mãe Joana

- Romeo And Juliet (romeo And Juliet)

- O Estado De Sao Paolo

- Senhora Bovary (madame Bovary)



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia