BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Tabaco e gravidez: ligação de alto risco
()

Publicidade
Apesar de ser do conhecimento geral que fumar durante a gravidez aumenta os riscos para a saúde do bebé e da mãe, talvez nem todos tenham consciência que é mais difícil para uma mãe deixa de fumar (ou manter-se sem fumar) quando outras pessoas fumam em seu redor.

Fumar durante a gravidez pode:
- Aumentar o risco de o recém-nascido vir a sofrer de bronquite e pneumonia;
- Aumentara probabilidade de morte súbita;
- Aumentar o risco deo recém-nascido ter baixo peso ao nascer;
- Reduzir as hipóteses da ma~e amamentar e a duração da mamada.


O EURO-scip (EUROpean action on Smoking Cessation In Pregnancy) é um projecto promovido pela União Europeia em 6 Estados-Membros, incluindo Portugal, cujo objectivo é o estabelecimento de uma rede de âmbito europeu centrada nas questões relacionadas com o tabagismo durante a gravidez.

O que se pretende é fornecer informação mais detalhada sobre o problema do tabagismo na gravidez e contribuir para a formação de profissionais de saúde, em especial aqueles que actuam directamente nesta área, de forma a atingir as metas prioritárias do projecto que são:

- Diminuir o número de grávidas que fumam;
- Reduzir o número de bebés expostos ao fumo;
- Aumentar o número de mulheres que deixam de fumar definitivamente antes ou durante a gravidez.

Existe um plano recomendado por profissionais de saúde que ajuda a abordar adequadamente a questão do tabagismo e que consiste em 5 etapas sucessivas:

1. Ask/Perguntar se fuma: Identifique os pacientes que fumam e faça uma ficha para todos os fumadores em cada uma das consultas.

2. Advise/Aconselhar a deixar de fumar: Aconselhe os pacientes a deixar de fumar através de uma mensagem clara e adequada a cada caso.

3. Assess/Avaliar a motivação do utente para deixar de fumar: Depois de perceber se o paciente deseja deixar de fumar, é importante reforçar a sua motivação para o fazer.

4. Assist/Ajudar o utente na sua tentativa para deixar de fumar: Ajude o paciente na sua tentativa para deixar de fumar e assegure o apoio psicológico e farmacológico necessário.

5. Arrange/Agendar consultas de seguimento: Planeie pelo menos duas consultas de acompanhamento, a primeira das quais preferencialmente uma semana depois de o paciente ter parado de fumar.

As três primeiras etapas podem ser feitas com o médico que acompanha a gravidez. As outras duas etapas podem ser desenvolvidas pelo especialista, que trabalhará em colaboração com o profissional de saúde materno-infantil.



Resumos Relacionados


- Os Perigos De Fumar Tabaco

- O Globo

- Saúde

- O Fumo E A Gravidez/ Tabaco E Pílula Anticoncepcional

- Vencendo O Tabagismo



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia