BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


“O Desejado – A fascinante história de D. Sebastião”
(Aydano Roriz)

Publicidade
Resumo:
O Desejado é um romance histórico que relata a vida de D. Sebastião.
D. Sebastião nasceu a 20 de Janeiro de 1554, filho de D. João Manuel, herdeiro do trono de Portugal, o qual morreu antes do nascimento do filho – 02-01-1554 - e de D. Joana de Áustria, filha do rei de Espanha. Nunca ninguém foi tão desejado como ele, uma vez que, o seu pai era o último dos 9 filhos de D. João III e de D. Catarina, reis de Portugal, estando ainda vivo, mas com uma saúde muito debilitada. Caso D. João Manuel não tivesse um filho varão não seria possível continuar a dinastia de Avis em Portugal. O nascimento de D. Sebastião foi muito celebrado, tanto pela realeza como pelo povo. Estava assegurada a independência de Portugal. No entanto, em tanta alegria, havia um senão… D. Sebastião era hermafrodita. Foi um segredo bem guardado por sua avó, seu avô e dois fiéis servidores. Nem sua mãe, D. Joana, teve conhecimento de tal facto. Poucos meses após o nascimento do filho e sentindo-se só, longe da sua família, D. Joana regressou a Espanha, deixando o filho entregue aos avós e planeando retirar-se para a vida religiosa. Tinha D. Sebastião 3 anos de idade quando foi aclamado rei de Portugal, em sucessão ao seu avô D. João III que morreu a 12 de Julho de 1557. Devido à terna idade do rei foi nomeada regente a sua avó, D. Catarina, e posteriormente o seu tio-avô, o Cardeal D. Henrique. Cerca dos 17 anos D. Sebastião começou a falar em partir para terras distantes (África, Ásia) a fim de dar vazão aos seus sonhos heróicos. D. Joana de Áustria, mãe de D. Sebastião morreu tinha ele 20 anos.
D. Sebastião recolheu-se em retiro num mosteiro no Cabo de S. Vicente perto de Lagos, para fazer boa figura frente aos súbditos. Mas influenciado pelos feitos do Infante D. Henrique dali mesmo embarcou para África sem nada dizer na corte. D. Sebastião voltou de África mas nunca deixou de sonhar em lá voltar para conquistar terras aos mouros. E com a ajuda do tio, Felipe de Espanha, assim o fez, partiu de novo para África.
D. Sebastião morreu aos 24 anos na Batalha dos 3 Reis, contra os mouros, em Alcácer Quibir, em África. Por ser muito amado pelo seu povo estes acreditaram que o rei apenas tinha desaparecido, tal como Jesus Cristo, e que, mais tarde ou mais cedo, voltaria. Daí a história popular de que D. Sebastião voltaria numa manhã de nevoeiro.
Avaliação da Obra:
O que mais me interessou foram as personagens, as suas características, as suas personalidades. Também achei bastante interessante a diferença daqueles tempos para os tempos de agora e o facto de um pequeno pedaço da história de Portugal ser tão complexo, por isso aconselho a leitura da obra.



Resumos Relacionados


- Vida De Sebastião Rei De Portugal

- Frei Luís De Sousa

- Dom Sebastião – Peça (resumo E Download)

- Frei Luís De Souza

- Frei Luis De Sousa



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia