BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Bachen Ba 349 Natter
(E.R. Hickel)

Publicidade
Caça interceptador monoposto Ba 349. O Natter foi uma aeronave semi-reaproveitável propelida a foguete que lhe dava 2 a 3 minutos de empuxo, sendo o resto do vôo planado. Era lançado de uma rampa vertical e subia com o auxílio de quatro foguetes extras Schmiddling 533 de 1.200 Kg de empuxo cada. Assim o piloto deveria atingir grande altitude, planar e atacar as formações de bombardeiros. Após descer a cerca de 1.400 m, o Natter era quebrado e piloto e maquinaria desciam de para-quedas; o resto da aeronave era perdido. Na Alemanha de 1944, a escassez de materiais como aço, óleo e maquinário forçou a demanda por projetos de aeronaves que consumissem pouca quantidade destes recursos. Assim a companhia Bachem Werk desenvolveu o Natter, inteiramente planejado sob a concepção de utilização de recursos alternativos. Afora os tanques de combustível e a viga da asa, todo o resto do Natter era construído com recursos não-essenciais, principalmente madeira. De fato, toda a fuselagem, cauda e asas eram de madeira; havia aço apenas na cabine para a proteção do piloto. Os primeiros testes executados com nove protótipos foram de vôo planado, sendo os aparelhos lançados de um He 111. Surpreendentemente o Natter tinha grande estabilidade apesar das asas curtas. Um lançamento sem piloto, com propulsão a foguete, foi feito com sucesso em dezembro de 1944. Em fevereiro de 1945 executou-se o primeiro lancamento pilotado, porém o piloto não sobreviveu. Isto contudo, não retardou o desenvolvimento do projeto e mais pilotos inexperientes foram lançados ao céu, tendo alguns sortudos sobrevivido. Ainda mais perigoso era o "método de pouso", onde o piloto se ejetava da cabine e descia de para-quedas. De para-quedas também descia a parte reaproveitável da aeronave onde estavam os foguetes de propulsão. Os foguetes de ataque iam no bico da aeronave, arranjados de forma não muito segura. Em abril de 1945 nove, dos 36 Natter construídos, foram posicionados para lançamento, porém o avanço por terra das tropas aliadas levou os próprios alemães a destruírem os aparelhos para que estes não caíssem em mãos inimigas. O modelo Ba 349A tinha foguete HWK 109-509C com 2.000Kg de empuxo. A envergadura era de 4,00m e o comprimento de 6,02m. Suportava peso máximo de decolagem de 2.270Kg; atingia a velocidade máxima de 997Km/h, com alcance de 58Km e teto de 14.000m. A aeronave estava armada com 24 foguetes R4M de 56mm.



Resumos Relacionados


- Bereznyak-isaev Bi-1

- Nakajima Ki.201

- Nakajima Ki.201

- Messerschmitt Me 263

- Mikoyan-gurevich I-250



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia