BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


HÁ MOTIVOS PARA ACREDITAR EM ETs
(Pedro Doria)

Publicidade
Em abril último anunciou-se a descoberta do planeta - Gliese 581c - o mais parecido com a terra até agora encontrado. Localizado na constelação de Libra é o terceiro na órbita de sua pequena estrela anã vermelha. Entretanto jamais o homem deverá pisar neste planeta perdido a 20 anos-luz da Terra. Mesmo com nossos melhores foguetes demoraríamos 300 mil anos para completar a missão e isto significa uma distância que nos deixa, humanos, sem parâmetros, pois está além da História, além de nossa evolução, uma vez que só existimos enquanto espécie há 120 mil anos, só desenvolvemos a linguagem há 60 mil e plantamos há 12 mil. Mas essa descoberta deixou Seth Shostak, astrônomo-chefe do SETI, instituto que fica na Califórnia e é financiado por instituições como a NASA, mais confiante ainda de que existe vida fora da Terra, sendo que o único problema seria encontrá-las, diz ele. Partindo do princípio que a vida é mistura química, afirma que com tanta água e carbono pelo universo, haverá também vida, certamente. Sobre o Gliese 581c, Shostak diz que provavelmente tenha até cinco vezes a massa da Terra, 50% mais de diâmetro e que a gravidade lá existente deverá ser o dobro da nossa. A temperatura média deverá ficar a 40 graus, mas conta que no tempo dos dinossauros, muitos lugares da Terra ficavam constantemente nessa temperatura. Uma mesma face daquele planeta está sempre voltada para o sol, pois o mesmo fica muito próximo de sua estrela o que quer dizer que numa parte do mesmo é sempre noite e na outra dia, então se conclui que metade dele é muito quente e a outra muito fria. Entretanto, deve haver ventos que levem o calor de um lado para o outro e, ali no encontro entre a parte clara e a escura, a temperatura deve ser amena e poderá haver vida. O mais provável é que sejam micróbios que sobrevivem a qualquer coisa. Vida inteligente não se sabe se poderá existir por lá, mas como a gravidade do Gliese 581c é maior, os seres, se existirem, deverão ser menores, precisariam ter pernas grossas, talvez quatro. O cientista continua dizendo que com o avanço tecnológico, telescópios potentíssimos estão sendo desenvolvidos e que no próximo quarto de século, poder-se-á checar um milhão de sistemas solares, enquanto hoje só se consegue enxergar mil deles. E, afirma ele, que até o ano de 2025 ou 2030 certamente se encontrará vida extraterrestre.



Resumos Relacionados


- Descoberta De Novo Planeta

- Um Novo Planeta: Vida Fora Da Terra?

- Gi 581c, Uma Terra De Outro Sol

- Descoberto Planeta Potencialmente Habitável

- Novo Planeta Descoberto



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia