BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Discurso do método
(René Descartes)

Publicidade
Discurso do Método René Descartes, considerado
o pai do pensamento moderno, era um homem em busca da verdade.Aos oito anos de idade
entrou para a escola dos jesuítas de La Flèche. Já adulto, no ano de 1619, resolveu se
dedicar à investigação da verdade após um sonho: “...fui visitado por um sonho
que veio de cima... Ouvi o estrondo de um trovão... Era o Espírito da Verdade
que descia para assenhorear-se de mim.” Passou então dez anos viajando pelo
mundo e estudando. Relatava seus estudos em livros e ensaios.O Discurso do Método é
considerado por todos um sistema universal, criado por Descartes, para
encontrar a verdade, mas o autor deixa claro logo nas primeiras páginas do
livro que não é sua intenção ensinar um método para que cada individuo conduza
sua razão, mas sim a maneira que encontrou para guiar a própria. Descartes baseia sua busca
em seu ceticismo, considera falso qualquer coisa que tenha um mínimo de
incerteza.

Através da duvida ele
encontra sua primeira certeza, pois se ele duvida, ele pensa, e se ele pensa
ele existe. Cogito, ergo sum. Penso, logo existo. Ele não pode nunca duvidar da
sua própria capacidade de duvidar, e se a duvida existe ele também existe. Daí
surge a sua comprovação da existência da alma, da alma por que da existência de
seu corpo Descartes pode duvidar, mas do seu pensamento que duvida não.Descartes considera seu
corpo uma substância material e sua alma uma substância pensante. São duas
partes diferentes que tem papéis diferentes, o corpo é a máquina que se move e
a alma a mecânica que pensa. Essa filosofia é conhecida como sistema
dualístico.



Descartes estabelece neste
brilhante discurso não só a existência da alma como também a existência de
Deus.Partindo do principio que a
duvida lhe acomete e que mais perfeito que a duvida é o conhecimento, ele se vê
como um ser não perfeito. Ao se indagar de onde aprendeu a pensar em algo mais
perfeito do que ele, chega à conclusão da existência de Deus, que é a natureza
que tem dentro de si todas as perfeições.O sistema criado por
Descartes para conduzir o pensamento humano é chamado de cartesianismo,
baseia-se, resumidamente, na divisão de um problema em vários problemas
menores, o que podemos chamar de análise. Feito isso devemos começar a resolver
o problema que já está divido em parte menores pelas partes mais simples.







O Discurso do método é um
diário de bordo de Descartes, dirigir nossa vida através dos pensamentos dele
pode parecer complexo, mas é muito mais simples do que imaginamos e também
tornaria a resolução de nossos problemas muito mais simples, bastaria seguir o
preceito de resolver primeiro as coisas primeiras.



Resumos Relacionados


- Discurso Do Método

- A Filosofia De René Descartes

- Discurso Do Método (bom Resumo)

- Discurso Do Método

- Filosofia Da Religião



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia