BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Cada povo tem os governantes que merece
(Miguel Arcanjo)

Publicidade
Triste é a situação política que encontramos no Brasil atualmente. De um lado uma direita desarticulada e sem a menor condição de assumir o poder. Do outro, uma esquerda que depois de tantos anos, talvez séculos, sem experimentar o gostinho do poder político, se vê diante de situações difamatórias de corrupção e uso da máquina pública para interesses próprios.Não desejo colocar em xeque a última eleição para presidente, acho que cada povo tem o líder que merece, mas desejo fazer uma reflexão séria a respeito do uso da máquina governamental nas eleições brasileiras.Sabe-se que o Ex-presidente FHC foi eleito em seu primeiro mandato por causa da implantação do Plano Real, o que, diga-se de passagem, trouxe a estabilidade e crescimento econômico para o país. Usou-se o velho "jargão" do frango a 1 BRL para se conquistar popularidade. Economicamente o país passou por testes duros que foram gloriosamente vencidos, mas que custaram muitos empregos e ajustes desfavoráveis ao governo. Remédio amargo para um povo que estava cansado de tanto "apanhar"...Tais situações levaram o senhor Lula, à presidência em 2002, com promessas de pelo menos 10 milhões de empregos em 4 anos e de três refeições para o povo de baixa renda. Promessas louváveis e que a grande maioria da população acreditou. Afinal, Lula nasceu pobre e praticamente não estudou na vida. "É um de nós"... reage a massa.Para se reeleger, o atual presidente, não mediu esforços. Assim como todos os antecessores, utilizou a máquina governamental para angariar votos, principalmente no nordeste e norte brasileiro, onde vivem cerca de 70% dos pobres brasileiros. Com programas sociais como o Bolsa Família que não incentivam nada além da manutenção dos filhos na escola, famílias inteiras não se preocupam mais em buscar emprego ou conhecimento para se desenvolver como cidadãos. Buscam sim, viver às custas do Estado, que ao invés de se preocupar em dar EDUCAÇÃO, SAÚDE, MORADIA e SEGURANÇA ao cidadão, prefere distribuir cestas básicas, Bolsa Família para famílias sem renda (por que vou trabalhar se tenho o Estado que me sustenta?).No entanto, nosso congresso mergulha cada vez mais na lama da corrupção. Com vencimentos de cerca de 20.000 BRL/mês, nossos congressistas ainda se sentem no direito de receber "por fora" presentinhos, emitir notas frias para ludibrar o fisco, vender bois que não existem, comemorar suas "pizzadas" sem convidar o povo, o povo que os elegeu... e que não faz nada para tirá-los de lá!Cada dia que passa, mais entendo, tristemente, o ditado popular: "Cada povo tem os governantes que merece".



Resumos Relacionados


- Ad-ministrando A Viuva

- Folha De Sao Paolo

- A Crise No Brasil E No Mundo

- Educação Ainda Não é Prioridade_ Palavras Do Senador Cristóvão Buarque

- Faça Educação Anti Corrupção Na Aprendizagem Das Escolas!



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia