BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Pacientes com HIV recuperam imunidade em três anos
(Amanda Mocroft; Jens Lundgren)

Publicidade
Pacientes com HIV recuperam imunidade em três anos, diz Eurosida Da EFE, em Bruxelas,Julho, 2007 Os pacientes com HIV submetidos a tratamentos anti-retrovirais de longa duração podem após três anos conseguir recuperar os níveis de imunidade que tinham antes do contágio, segundo um dos estudos do Eurosida, projeto de pesquisa a longo prazo sobre o HIV/aids financiado pela União Européia. O estudo, conduzido pelo Royal Free Centre de Londres e pela University College London, contou com a colaboração de 1.835 pacientes desde seu início, em 1994, informou hoje um comunicado da Comissão Européia (órgão executivo da UE). Segundo o relatório, "se um paciente combina durante um período prolongado um tratamento contra o vírus e um tratamento anti-retroviral, pode conseguir aumentar suas células imunológicas até níveis semelhantes aos de uma pessoa sadia". O HIV causa uma perda aguda de células imunológicas. O estudo analisou um grupo de pacientes submetidos a tratamentos anti-retrovirais de longa duração, com uma dose reduzida até 50 milímetros durante o tratamento. Os resultados mostraram que este grupo em particular via aumentado seu nível de células imunológicas até níveis semelhantes aos de pessoas não infectadas com o vírus. A maior alta no número de células aconteceu no primeiro ano de tratamento, com uma média de 100 células a mais por microlitro de sangue. O aumento se manteve anos após terminar o tratamento. Assim, o prazo para chegar aos níveis de imunidade de pessoas sadias era de três anos para o caso em que os pacientes iniciavam o tratamento com cerca de 350 células por microlitro. Os únicos pacientes que não aumentaram seu nível de células durante o estudo foram aqueles que já contavam com 500 células por microlitro no início do tratamento e que tinham se submetido a um tratamento com anti-retrovirais durante mais de cinco anos. Os autores do estudo foram os pesquisadores Amanda Mocroft, da University College London Medical Schools, e Jens Lundgren, da Universidade de Copenhague.



Resumos Relacionados


- Veneno Que Cura

- Medicamento Trava Propagação De Vih

- CÉlulas-tronco Contra Diabete Tipo 1

- Pacientes Com Olhos Danificados Voltam A Enxergar Após Terapia

- Cura Saborosa Para O Câncer De Próstata



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia