BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


Rachel de Queiroz - Vida e Obra
(Unknown)

Publicidade
Rachel de Queiroz nasceu em Fortaleza em 1910. Já havia na literatura brasileira recente um livro em que a seca nordestina era a paisagem na qual transcorria a ação ficcional, mas foi em 1930, com a estréia de uma jovem de 19 anos, que a seca passou a ser não apenas o ambiente mas o próprio personagem da história narrada. Mais do que o personagem, ela se transfigurou num estilo conhecido, então, pela primeira vez: uma prosa árida, despojada, o avesso completo de qualquer possibilidade épica. Livrando-se de todo excesso romanesco, Rachel de Queiroz esteve no princípio do movimento regionalista, um dos mais importantes que o país já teve e que revelou nomes da importância de Graciliano Ramos e Jorge Amado, entre outros. O Nordeste brasileiro tornou-se, enfim, conhecido através de uma voz literária própria. Posteriormente, tendo escrito um romance feminino de formação, trabalhado como jornalista e com forte atuação política, ela se transformou num símbolo das conquistas da mulher brasileira e foi a primeira escritora a entrar para a Academia Brasileira de Letras. Seus romances originaram famosas novelas da Rede Globo.
obrasO Quinze (1930)Caminho de Pedras (1937)As Três Marias (1939)A Donzela e A Moura Morta (1948)Lampião (1953)A Beata Maria do Egito (1958)O Brasileiro Perplexo (1964)Dora, Doralina (1975)O Galo de Ouro (1985)Obra Reunida (1989)Memorial de Maria Moura (1992)As Terras Ásperas (1993)



Resumos Relacionados


- O Quinze - Resumo Do Livro

- Conheça Mais Sobre O Autor Raquel De Queiroz

- O Quinze

- Gabriela, Cravo E Canela

- Vidas Secas



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia