BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


EDUCAÇÃO EM ARISTÓTELES
(filosofolionessantos)

Publicidade
EDUCAÇÃO EM ARISTÓTELES

Segundo Aristóteles, a Educação é superior às leis e o círculo da ciência do humano se "fecha" na educação. A educação deve ser pública e deve ser direcionada para a virtude. A virtude depende em boa parte da educação, da experiência e do tempo. Para Aristóteles, é praticando as virtudes que nos tornamos virtuosos. Tornamo-nos virtuosos não por sabermos o que é a justiça, mas por praticarmos. E tanto mais justos seremos quanto mais a justiça praticamos. Não é a discussão ou visão filosófica que conduz por si a virtude, mas a prática da mesma. Diz o filósofo que, como nenhum doente se cura por concordar com o seu médico sem lhe cumprir as receitas prescritas, assim é com a virtude. Não são os mais fortes que ganham, mas os que competem, ou seja, os que praticam. Aristóteles lembra ainda que, a Política deve preparar as leis que permita a educação para a virtude, caminho para a felicidade dos cidadãos. O bom cidadão é aquele que observa as leis da cidade. O indivíduo que vive de acordo com a observância das leis da cidade é também virtuoso. Para Aristóteles, a virtude se define pelo meio termo entre o excesso e a falta, ou seja, é o meio termo entre dois defeitos. Segundo Aristóteles, todas as coisas possuem uma causa final, uma finalidade. Essa finalidade é ser feliz. Para o filósofo, viver bem e agir com prudência é o mesmo que ser feliz. Segundo Aristóteles, uma vida sem sentido é inadmissível. Toda ação é sempre intencional e, ao agir, sempre propomos ou visamos algum fim. Os propósitos ou finalidades estão relacionados entre si de forma hierárquica, e subordinados uns aos outros. O filósofo lembra que, a felicidade consiste em coisas muito diversas, de modo que, não existe acordo ou fórmula única sobre o caminho certo para a felicidade. As riquezas e fama também não são verdadeiros caminhos para a felicidade. São simplesmente meios, e não um fim. O homem feliz não é o mais rico ou o mais poderoso, mas aquele que sente feliz até nos momentos mais difíceis, agindo sempre com ética e nobreza.



Resumos Relacionados


- Aristoteles E Sua Vida

- Ética A Nicômaco

- A Ética Em AristÓteles

- Aristoteles

- A JustiÇa Em AristÓteles



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia