BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


a alegria é a cola que fixa a aprendizagem
(o próprio)

Publicidade
Dentro do trabalho com crianças e educadores, descobri uma coisa muito importante: a alegria é a cola que fixa a aprendizagem.
Crianças tristes e desanimadas não conseguem aprender com o mesmo rendimento que alcançariam se estivessem alegres e entusiasmadas.
E o educador dá o tom do trabalho. Parte dele a dinâmica e as possibilidades de um plano de aula.
Acredito que o educador espírita, mais que uma pessoa que ensina, precisa ser um animador e um artista (às vezes, mágico; às vezes, equilibrista, engolidor de espadas, trapezista ou malabarista, mas na maioria das vezes, um terno e amoroso palhaço).
A alegria cabe em todos os momentos do trabalho. Nas aulas e nas próprias reuniões de departamento, ela torna as discussões mais fáceis e nos faz mais criativos e interessados na tarefa.
"A alegria não é ruidosa", diria a companheira Oneida Terra. Nem sempre se está cantando ou pulando, porque exageros também sinalizam para o desequilíbrio.
Mas ter alegria é essencial, mais que papel e giz de cera, mais que sala, mais que livro.
A alegria é tão importante quanto a sólida base de conhecimentos espíritas e a afectividade do educador para com seus alunos e com a tarefa.
Pratique alegria!



Resumos Relacionados


- Alegria, Sempre!

- Alegria

- Seguindo Jesus

- Ciencia Da Aprendizagem E ConstruÇÃo Do Pensamento

- A Alegria De Ensinar De Rubem Alves –



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia