BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


O homem que calculava.
(Malba Tahan)

Publicidade
O homem que calculava, um livro de Malba Tahan, pseudonimo do professorde matemática Júlio César de Mello e Souza, é a um so tempo um conto juvenil delicioso e um livro de curiosidades matemáticas.

Beremiz Samir, o homem que calculava, a partir de um encontro nas margens do rio Tigre com um excursionista que voltava da cidade de Samarra para Bagdá, segue com este com este e tem sua trajetória de vida relatada, em que a matemática, seus cálculos e fórmulas faz com que ele torne-se um homem respeitado, rico e apaixonado.
Dentre as inúmeras histórias narradas em que Beremiz usou a matemática para terminar com conflitos de interesse, satisfazer curiosidades, acabar com dúvidas ou simplesmente divertir pessoas, talvez o mais notávele e curioso seja a história dos trinta e cinco camelos, onde Beremiz, com seus conhecimentos matemátidos, divide os trinta e cinco camelos, uma divisão que parecia impossível, pelos tres herdeiros que já começavam a discutir.
Ficaram os tres herdeiros plenamente satisfeitos com a partilha feita por Beremiz, que ainda obtem um lucro com a solução.
A cada situação que é chamado a intervir, Beremiz, além de através da matemática, obter respostas para os problemas apresentados, recheia-os com ensinamentos de boa moral, deixando aqueles que o ouvemmaravilhados.
"Mac Allah!"



Resumos Relacionados


- O Homem Que Calculava

- The Man Who Counted

- O Homem Que Calculava

- O Homem Que Cauculava

- O Homem Que Calculava



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia