BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


SOLIDÃO FAZ BEM
(Monica von Koss)

Publicidade
SOLIDÃO FAZ BEMVivemos numa época em que a solidão se tornou um assunto coletivo. Mesmo quem não vive só conhece muita gente que está longe da família ou sem parceiro, voluntariamente ou não. A procura do amor é um assunto recorrente nas revistas, na TV, na internet, nas conversas. Fica a impressão - equivocada - de que estar sozinho é ruim, negativo, algo que nos diminui aos olhos dos outros. Ao contrário, os momentos de solidão não são apenas saudáveis, mas fundamentais para alcançarmos o equilíbrio. "Quando mergulhamos em nosso mundo interior, descobrimos o que queremos e até fazemos as pazes com nós mesmos", diz a psicóloga Monica von Koss, de São Paulo. A sensação de que as pessoas estão cada vez mais sozinhas se confirma em pesquisas feitas em todo o mundo. Nos Estados Unidos e no Reino Unido, cerca de 25% das casas têm um único morador - e esse número triplicou em relação ao crescimento demográfico desde a década de 60. Em São Paulo, segundo o IBGE, uma em cada 30 pessoas mora só. O mito de que felicidade significa estar cercado de gente nos influencia a ponto de confundir ficar só com ser desinteressante e incapaz de atrair amor. Na crônica A Solidão Amiga, o escritor, psicanalista e professor Rubem Alves fala do erro de associar recolhimento a fracasso e idealizar a vida alheia: "Sua tristeza não vem da solidão. Vem das fantasias que surgem na solidão. Você compara a cena de você, só, na casa vazia, com a cena (fantasiada) dos outros, em celebrações cheias de risos. .. Sofre a dor real da solidão porque a solidão dói. Dói uma dor da qual pode nascer à beleza. Mas não sofra a dor da comparação. Ela não é verdadeira."
Fortalecer a auto-estima - a capacidade de gostar de si mesmo - é o primeiro passo para se sentir completo, sem procurar preencher o vazio interior no contato com outras pessoas, o tempo todo. "A chave é separar o amor-próprio da aprovação dos outros", ensina Monica von Koss. Às vezes, só descobrimos o lado bom da solidão no distanciamento voluntário da família ou dos amigos. O gerente de marketing Luís Pedro Ferreira, 35 anos, de São Paulo, morava com os pais quando foi fazer um curso nos Estados Unidos. "Perdi o medo de estar só comigo mesmo e aprendi a gostar de minha própria companhia", conta. "Todo mundo deveria morar sozinho um tempo, para se conhecer", sugere a consultora de moda gaúcha Francesca Sperb, 26 anos. "Você precisa fazer supermercado, pagar a faxineira. Descobre que é responsável por si mesmo." Ela mudou-se há um ano para São Paulo: "No começo, fiquei com medo, pois diziam que eu ia me sentir solitária numa cidade tão grande. Mas estou curtindo a independência".



Resumos Relacionados


- A Armadilha Do Amor

- Cativa

- Ensaios Sobre O Amor E A Solidão

- Solidão

- Solidao



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia