BUSCA

Links Patrocinados



Buscar por Autor
   A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z


História Das Mulheres No Brasil
(Mary Del Priore e Carla Bassanezi)

Publicidade
A história sempre foi contada por homens sobre outros homens, relegando a mulher a um papel coadjuvante, com pouco destaque à participação feminina na construção da história. Esta obra quer resgatar a participação feminina na construção da história do Brasil; iniciando na mulher nativa e na desbravadora, passando pela escrava, a senhora, a nobre, a pobre, a operária, a patroa, a mãe, a esposa, a bóia fria, a prostituta, a amante, a lésbica, a lavadeira, a professora, a escritora, chegando na mulher atual que conquistou o seu merecido lugar com direitos e espaços iguais na nossa sociedade.
A obra é baseada em documentos históricos buscados em profunda pesquisa em museus, igrejas, assembléias, prefeituras e onde mais fosse possível para trazer um retrato fiel da trajetória de mulheres anônimas ou mesmo as famosas. Mulheres que contribuíram na construção da nossa nação tendo que superar toda a série de obstáculos impostos por uma sociedade machista, preconceituosa, de moral duvidosa, recheada de mitos e lendas sobre o papel da mulher.
Nesta trajetória, percebemos a coragem, a ousadia e a garra intrínsecas no chamado sexo frágil; histórias que foram escritas com seus corpos, suas sensualidades, sexualidade, seus amores, seus amantes, seus amados; enfrentando os enganos da medicina arcaica que fez do ciclo menstrual a causa de distúrbios psíquicos ligados à loucura e a histeria.
Uma sociedade que impõe as mulheres um jugo do moralismo machista subjugando-as ao serviçal doméstico, roubando-lhe o direito ao desejo, o prazer e a sexualidade, na intenção de imputar-lhes a culpa pelo insucesso sexual masculino, relegando-as a objetos de prazer sem direito ao mesmo. Proibindo o trabalho feminino, mas mascarando a prostituição como única alternativa para a sobrevivência; todavia, a pobreza, a fome e a miséria foram combatidas com mãos que tecem, lavam e passam roupas.
Embaraçar nesta viagem histórica fascinante é conhecer e vivenciar mulheres de fibra que não se curvaram, não se renderam, mas acreditaram em seu potencial e na sua força; para desembarcar no Brasil de hoje com a mulher que despiu preconceitos e quebrou barreiras para terem seus direitos respeitados e quebrar o tabu machista, tudo isso graças à garra da mulher anônima brasileira.



Resumos Relacionados


- O Cliente O Outro Lado Da Prostituição

- Às Vezes As Mulheres São Tão Frias

- Às Vezes As Mulheres São Tão Frias

- Às Vezes As Mulheres São Tão Frias

- Às Vezes As Mulheres São Tão Frias



Passei.com.br | Portal da Programação | Biografias

FACEBOOK


PUBLICIDADE




encyclopedia